Sindromefungica Photos on Instagram

See related and similar tags

@maregadas.nutri

O que é síndrome fúngica? É um conjunto de sinais que podem ser diagnosticados numa consulta referente a sinais e sintomas. . Sintomas clássicos (veja as fotos na sequencia 👉🏻 passe para o lado) • Candidíase vaginal ou corrimento recorrente • Dermatite seborreica (caspa) • Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés) • Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas) • Tinea corporal • Queda de cabelo • Bolinhas atrás do braço • Lentidão de pensamento • Cansaço constante • Hipoglicemia • Fome após comer maça • Doença auto imune • Alzheimer e outras doenças degenerativas . Você toma antifúngico e não melhora? . Como se instala? Desequilíbrio da flora intestinal, onde ocorre um maior crescimento de bactérias fúngicas capazes de produzir substâncias inflamatórias que ultrapassam a barreira intestinal e caem na corrente sanguínea, migrando para outros órgãos e tecidos. Uso de antibioticos, antiinflamatorios, anticoncepcional, alimentação rica em alimentos industrializados e processados (farinhas, açúcares, carboidratos refinados), oleaginosas e outros contaminados por fungos, alimentos pobres em fibras e nutrientes aumentam as chances de desenvolver a crise e agravam o quadro. . OBS: acompanhe os próximos posts dessa semana, para saber formas de tratamento! . #maregadas #maregadasnutri #nutricaofuncional #nutricaoesportivafuncional #escolhasconscientes #qualidadedevida #longevidade #saude #modulacaointestinal #sindromefungica #fungo #micose #quedadecabelo #dermatites #candidiase #fadiga #cansaco

O que é síndrome fúngica? É um conjunto de sinais que podem ser diagnosticados numa consulta referente a sinais e sintomas. . Sintomas clássicos (veja as fotos na sequencia 👉🏻 passe para o lado) • Candidíase vaginal ou corrimento recorrente • Dermatite seborreica (caspa) • Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés) • Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas) • Tinea corporal • Queda de cabelo • Bolinhas atrás do braço • Lentidão de pensamento • Cansaço constante • Hipoglicemia • Fome após comer maça • Doença auto imune • Alzheimer e outras doenças degenerativas . Você toma antifúngico e não melhora? . Como se instala? Desequilíbrio da flora intestinal, onde ocorre um maior crescimento de bactérias fúngicas capazes de produzir substâncias inflamatórias que ultrapassam a barreira intestinal e caem na corrente sanguínea, migrando para outros órgãos e tecidos. Uso de antibioticos, antiinflamatorios, anticoncepcional, alimentação rica em alimentos industrializados e processados (farinhas, açúcares, carboidratos refinados), oleaginosas e outros contaminados por fungos, alimentos pobres em fibras e nutrientes aumentam as chances de desenvolver a crise e agravam o quadro. . OBS: acompanhe os próximos posts dessa semana, para saber formas de tratamento! . #maregadas #maregadasnutri #nutricaofuncional #nutricaoesportivafuncional #escolhasconscientes #qualidadedevida #longevidade #saude #modulacaointestinal #sindromefungica #fungo #micose #quedadecabelo #dermatites #candidiase #fadiga #cansaco)?> at Nutricionista Mariana Regadas

9
@chrisbarrosonutri

Síndrome Fúngica: como tratar? . Início: PROBIÓTICOS faz parte da intervenção. Evitar: leite e derivados em excesso, assim como aqueles alimentos ricos em Açucar. . 👩🏻‍💻Chris Barroso - CRN6 8425 💁🏻‍♀️ Consultas: 981859010 #chrisbarrosonutri #dicadanutri #nutricionista #nutricionistafortaleza #sindromefungica #saudedamulher #candidiase

Síndrome Fúngica: como tratar? . Início: PROBIÓTICOS faz parte da intervenção. Evitar: leite e derivados em excesso, assim como aqueles alimentos ricos em Açucar. . 👩🏻‍💻Chris Barroso - CRN6 8425 💁🏻‍♀️ Consultas: 981859010 #chrisbarrosonutri #dicadanutri #nutricionista #nutricionistafortaleza #sindromefungica #saudedamulher #candidiase)?>

4
@nutricarla.trevisan

Tratamento de candidiase requer além de reposição de probiotico em doses altas, reposição de vitaminas e controle do estresse. Entendam que todos os sintomas do nosso corpo está relacionado com a deficiência de vitaminas. Aaáaa então vou agora mesmo comprar um multivitaminico.= Dinheiro jogado fora As doses dos multivitamicos são muito baixas. Fazem isso para que eles possam ter venda livre, sem necessidade de receita. Além de que a forma química que utilizam na maioria deles são pouco absorvidas. #candidiasevaginal #candidiase #candidaalbicans #estresse #multivitaminicos #sindromefungica #nutricaofuncional #carlatrevisan

Tratamento de candidiase requer além de reposição de probiotico em doses altas, reposição de vitaminas e controle do estresse. Entendam que todos os sintomas do nosso corpo está relacionado com a deficiência de vitaminas. Aaáaa então vou agora mesmo comprar um multivitaminico.= Dinheiro jogado fora As doses dos multivitamicos são muito baixas. Fazem isso para que eles possam ter venda livre, sem necessidade de receita. Além de que a forma química que utilizam na maioria deles são pouco absorvidas. #candidiasevaginal #candidiase #candidaalbicans #estresse #multivitaminicos #sindromefungica #nutricaofuncional #carlatrevisan)?> at Nutricionista Carla Trevisan

0
@nutrijessicademedeiros

Veja parte dos sintomas mais comuns da síndrome fúngica: • Disbiose; • Flatulência; • Distensão abdominal; • Coceira na garganta; • Aftas; • Enxaqueca; • Fadiga; • Fome noturna; • Bronquite; • Pigarros; • Coceiras; • Acnes; • Dermatites; • Candidíase; 👉🏻 Terapias são necessária para o tratamento, e a reeducação alimentar é uma delas, com ela muitos sintomas desaparecem antes mesmo de ter o diagnóstico da causa 👌🏼 #nutricaofuncional #sindromefungica #reeducacaoalimentar #equilibrio #pormaissaude #vitalidadepostiva #nutrijessicademedeiros

Veja parte dos sintomas mais comuns da síndrome fúngica: • Disbiose; • Flatulência; • Distensão abdominal; • Coceira na garganta; • Aftas; • Enxaqueca; • Fadiga; • Fome noturna; • Bronquite; • Pigarros; • Coceiras; • Acnes; • Dermatites; • Candidíase; 👉🏻 Terapias são necessária para o tratamento, e a reeducação alimentar é uma delas, com ela muitos sintomas desaparecem antes mesmo de ter o diagnóstico da causa 👌🏼 #nutricaofuncional #sindromefungica #reeducacaoalimentar #equilibrio #pormaissaude #vitalidadepostiva #nutrijessicademedeiros)?>

0
@nutrijessicademedeiros

Manifestações fúngicas podem ocorrer em varios sistemas: • Endócrino; • Geniturinário; • Digestivo; • Nervoso; • Cardiovascular; • Linfático; • Respiratório; • Reprodutivo; • Músculo esquelético; • Pele; Assim a gente vai tendo consciência que o motivo de ser saudável vai muito além de manter o peso 👌🏼 #nutricaofuncional #sindromefungica #equilibrio #alimentacaosaudavel #pormaissaude #vitalidadepositiva #nutrijessicademdeiros

Manifestações fúngicas podem ocorrer em varios sistemas: • Endócrino; • Geniturinário; • Digestivo; • Nervoso; • Cardiovascular; • Linfático; • Respiratório; • Reprodutivo; • Músculo esquelético; • Pele; Assim a gente vai tendo consciência que o motivo de ser saudável vai muito além de manter o peso 👌🏼 #nutricaofuncional #sindromefungica #equilibrio #alimentacaosaudavel #pormaissaude #vitalidadepositiva #nutrijessicademdeiros)?>

0
@nutrijessicademedeiros

Você sabe como os fungos se proliferam no organismo? Eles entram no nosso corpo através do nariz, pulmão, pele e tratogastrointestinal. Eles se proliferam de forma exarcebada quando o ambiente, a alimentação, o oxigênio e temperatura favorecem! E vem sendo observado que pessoas com sintomas de síndrome fúngica tem alto desequilíbrio nutricional, alergias, disbioses, estresse.. o que dá forças para ação dos fungos e suas toxinas, favorecendo a proliferação e causando doenças que muitas vezes não são associadas com fungos! A nutrição funcional trabalha para melhora desta síndrome 👌🏼 #nutricaofuncional #sindromefungica #equilibrio #pormaissaude #vitalidadepositiva #nutrijessicademedeiros

Você sabe como os fungos se proliferam no organismo? Eles entram no nosso corpo através do nariz, pulmão, pele e tratogastrointestinal. Eles se proliferam de forma exarcebada quando o ambiente, a alimentação, o oxigênio e temperatura favorecem! E vem sendo observado que pessoas com sintomas de síndrome fúngica tem alto desequilíbrio nutricional, alergias, disbioses, estresse.. o que dá forças para ação dos fungos e suas toxinas, favorecendo a proliferação e causando doenças que muitas vezes não são associadas com fungos! A nutrição funcional trabalha para melhora desta síndrome 👌🏼 #nutricaofuncional #sindromefungica #equilibrio #pormaissaude #vitalidadepositiva #nutrijessicademedeiros)?>

0
@grazielleccarvalho

. 🗣️ O fungo cândida se alimenta de açúcar. E isso não afeta só quem adora um doce ou sobremesa. Mas qualquer consumo frequente ou exagerado de todo tipo de alimento que contém alto teor de carboidratos que se transformam em açúcar. . 👉🏼 Isso inclui além do excesso dos tradicionais doces e alimentos brancos e refinados o excesso de frutas, cereais (mesmo os integrais), raízes e tubérculos. Atenção ao consumo excessivo de laticínios, álcool, adoçantes e dietas de alto índice glicêmico, gorduras ruins (carnes e produtos industrializados) e uma alimentação muito fria. . 💡 Ao fazer mudanças você pode sentir melhoras dentro de um mês, mas isso não necessariamente significa que a cândida foi embora, infelizmente. Isso acontece porque a Cândida consegue se transformar em uma forma inativa quando o ambiente não lhe está favorável. Mas se você tem um desequilíbrio, lá estará ela se manifestando novamente. . ⚠️ Estima-se que os fungos produzem mais de 70 subprodutos tóxicos, que atravessam a barreira do intestino e disparam os diferentes sintomas que abordamos no post anterior. Por isso, o fígado precisa dar conta de eliminar tudo isso para que não se acumule. . 👩‍⚕️ Visite sua ginecologista; ⚠️ Fique atenta aos sinais - Candidíase; 😄 Ginecologia • Bem estar • Saúde. . #serrinha #ginecologia #obstetricia #candidiase #tratamentodasindromefungica #sindromefungica #comotratar #vocesenteessessimtomas? #coceira #corrimento #ardencia #visitesuaginecologista #evitetranstornosmaiores #saibamais #agendeumaconsulta #ginecologiaporamor

. 🗣️ O fungo cândida se alimenta de açúcar. E isso não afeta só quem adora um doce ou sobremesa. Mas qualquer consumo frequente ou exagerado de todo tipo de alimento que contém alto teor de carboidratos que se transformam em açúcar. . 👉🏼 Isso inclui além do excesso dos tradicionais doces e alimentos brancos e refinados o excesso de frutas, cereais (mesmo os integrais), raízes e tubérculos. Atenção ao consumo excessivo de laticínios, álcool, adoçantes e dietas de alto índice glicêmico, gorduras ruins (carnes e produtos industrializados) e uma alimentação muito fria. . 💡 Ao fazer mudanças você pode sentir melhoras dentro de um mês, mas isso não necessariamente significa que a cândida foi embora, infelizmente. Isso acontece porque a Cândida consegue se transformar em uma forma inativa quando o ambiente não lhe está favorável. Mas se você tem um desequilíbrio, lá estará ela se manifestando novamente. . ⚠️ Estima-se que os fungos produzem mais de 70 subprodutos tóxicos, que atravessam a barreira do intestino e disparam os diferentes sintomas que abordamos no post anterior. Por isso, o fígado precisa dar conta de eliminar tudo isso para que não se acumule. . 👩‍⚕️ Visite sua ginecologista; ⚠️ Fique atenta aos sinais - Candidíase; 😄 Ginecologia • Bem estar • Saúde. . #serrinha #ginecologia #obstetricia #candidiase #tratamentodasindromefungica #sindromefungica #comotratar #vocesenteessessimtomas? #coceira #corrimento #ardencia #visitesuaginecologista #evitetranstornosmaiores #saibamais #agendeumaconsulta #ginecologiaporamor)?> at Feira de Santana

2
@grazielleccarvalho

. 🤔 Já escutou falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas é muito provável que a tenha e nem saiba disso. A candidíase é uma das manifestações da síndrome fúngica, mas você também pode ter a síndrome e não ter candidíase. . 👉 É um quadro de disbiose intestinal em que os fungos do tipo Candida albicans estão em quantidade maior do que o normal. Apesar de estarem no intestino eles impactam no corpo como um todo, pois as partículas tóxicas produzidas no seu intestino (chamadas LPS) entram e disparam reações inflamatórias e de imunidade pelo seu corpo. . 👉 As pessoas portadora da síndrome apresentam sintomas como flatulência, distensão abdominal, fadiga anormal, sonolência, dermatites, entre outros sintomas que você nunca imaginaria ser desencadeados por aumento de fungos no seu intestino. . 🚨 Se você sente esses sintomas, procure um médico para tratamento, pois sabemos que quem é portador da síndrome fúngica está sob risco de desenvolver doenças auto-imune e até mesmo câncer devido o comprometimento do sistema imunológico. . 👩⚕ Visite sua ginecologista; ⚠ Fique atenta aos sinais - Síndrome Fúngica; 😄 Ginecologia • Bem estar • Saúde. . #serrinha #ginecologia #obstetricia #sindromefungica #saibamais #fungos #candidiase #visitesuaginecologista #evitetranstornosmaiores #saibamais #agendeumaconsulta #ginecologiaporamor

. 🤔 Já escutou falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas é muito provável que a tenha e nem saiba disso. A candidíase é uma das manifestações da síndrome fúngica, mas você também pode ter a síndrome e não ter candidíase. . 👉 É um quadro de disbiose intestinal em que os fungos do tipo Candida albicans estão em quantidade maior do que o normal. Apesar de estarem no intestino eles impactam no corpo como um todo, pois as partículas tóxicas produzidas no seu intestino (chamadas LPS) entram e disparam reações inflamatórias e de imunidade pelo seu corpo. . 👉 As pessoas portadora da síndrome apresentam sintomas como flatulência, distensão abdominal, fadiga anormal, sonolência, dermatites, entre outros sintomas que você nunca imaginaria ser desencadeados por aumento de fungos no seu intestino. . 🚨 Se você sente esses sintomas, procure um médico para tratamento, pois sabemos que quem é portador da síndrome fúngica está sob risco de desenvolver doenças auto-imune e até mesmo câncer devido o comprometimento do sistema imunológico. . 👩⚕ Visite sua ginecologista; ⚠ Fique atenta aos sinais - Síndrome Fúngica; 😄 Ginecologia • Bem estar • Saúde. . #serrinha #ginecologia #obstetricia #sindromefungica #saibamais #fungos #candidiase #visitesuaginecologista #evitetranstornosmaiores #saibamais #agendeumaconsulta #ginecologiaporamor)?>

3
@inovaenutri

Atualmente as discussões a respeito da composição e funções da microbiota intestinal estão em alta, e se sabe que está diretamente relacionado com a alimentação, a presença de alergias, processos inflamatórios e a presença de síndromes fúngicas. A microbiota intestinal é composta por diversos microrganismos como bactérias e fungos benéficos que servem de proteção contra a colonização de espécies patógenas (causadoras de doenças) no intestino. Quando ocorre a colonização deste microorganismos ocorre a Disbiose Intestinal, deixando-o mais vulneráveis às alergias e inflamações, por exemplo (PARMER, 2016). ⠀ A disbiose pode estar relacionada a diversos fatores: uma alimentação rica em carboidratos refinados (farinhas brancas e açúcares), o uso de adoçantes artificiais, a administração de antibióticos por um período de tempo, fatores genéticos e processos inflamatórios já instalados. Além disso, quando instalada pode desencadear ou intensificar a inflamação intestinal devido à fragilidade da microvilosidades intestinais, permitindo assim a passagem de antígenos inflamatórios (corpos estranhos ao organismo) provocando liberação de citocinas pró-inflamatórias (IL1, IL6, NFK-beta, TNF-alfa) gerando uma inflamação crônica (LEVY, 2017). Além disso, a disbiose pode ocorrer não somente por bactérias, mas também por fungos, sendo denominada síndrome fúngica. O quadro mais comum em mulheres é a proliferação de Candida albicans, levando ao quadro de candidíase. Mas também pode está associada a micose de repetição, intolerâncias alimentares, desconforto abdominal e flatulências.Podendo estar associado não somente ao intestino e a vagina, mas também a boca, a pele e os pulmões (ILIEV, 2017). ⠀ ⠀ Apesar de existirem fatores genéticos, a alteração da microbiota intestinal pode ser um fator que eleva os riscos de alergias, principalmente as relacionadas aos alimentos. São ocasionadas por partes específicas de alimentos, gerando uma respostas imune e podendo ocasionar em sintomas imediatos, tardios ou em alguns caso mais graves, levar a óbito. CONTINUAÇÃO ⤵ #InovaeNutri #Nutricao #Nutrition #Nutri #Microbiota #Disbiose #Alergias #SindromeFungica #DesconfortoAbdominal

Atualmente as discussões a respeito da composição e funções da microbiota intestinal estão em alta, e se sabe que está diretamente relacionado com a alimentação, a presença de alergias, processos inflamatórios e a presença de síndromes fúngicas. A microbiota intestinal é composta por diversos microrganismos como bactérias e fungos benéficos que servem de proteção contra a colonização de espécies patógenas (causadoras de doenças) no intestino. Quando ocorre a colonização deste microorganismos ocorre a Disbiose Intestinal, deixando-o mais vulneráveis às alergias e inflamações, por exemplo (PARMER, 2016). ⠀ A disbiose pode estar relacionada a diversos fatores: uma alimentação rica em carboidratos refinados (farinhas brancas e açúcares), o uso de adoçantes artificiais, a administração de antibióticos por um período de tempo, fatores genéticos e processos inflamatórios já instalados. Além disso, quando instalada pode desencadear ou intensificar a inflamação intestinal devido à fragilidade da microvilosidades intestinais, permitindo assim a passagem de antígenos inflamatórios (corpos estranhos ao organismo) provocando liberação de citocinas pró-inflamatórias (IL1, IL6, NFK-beta, TNF-alfa) gerando uma inflamação crônica (LEVY, 2017). Além disso, a disbiose pode ocorrer não somente por bactérias, mas também por fungos, sendo denominada síndrome fúngica. O quadro mais comum em mulheres é a proliferação de Candida albicans, levando ao quadro de candidíase. Mas também pode está associada a micose de repetição, intolerâncias alimentares, desconforto abdominal e flatulências.Podendo estar associado não somente ao intestino e a vagina, mas também a boca, a pele e os pulmões (ILIEV, 2017). ⠀ ⠀ Apesar de existirem fatores genéticos, a alteração da microbiota intestinal pode ser um fator que eleva os riscos de alergias, principalmente as relacionadas aos alimentos. São ocasionadas por partes específicas de alimentos, gerando uma respostas imune e podendo ocasionar em sintomas imediatos, tardios ou em alguns caso mais graves, levar a óbito. CONTINUAÇÃO ⤵ #InovaeNutri #Nutricao #Nutrition #Nutri #Microbiota #Disbiose #Alergias #SindromeFungica #DesconfortoAbdominal)?>

2
@dramarianapalmieri

. A alimentação tem um papel crucial na causa da Síndrome Fúngica, pois antes de nos alimentarmos alimentamos as bactérias e fungos do nosso intestino. . 🔶Existem alimentos que favorecem a síndrome fúngica, como os açúcares e os carboidratos refinados. Há também alguns alimentos facilmente contaminados por fungos, como o amendoim, milho, morango, mamão, frutas secas e castanhas. Ao comprar produtos à granel, evite as farinhas e alimentos já moídos e tenha atenção às frutas secas e castanhas, elas não devem ter manchas ou pontos brancos. . 🔺Esqueça a história de tirar a parte “estragada” de um alimento e comer o restante. O bolor é a presença de fungos e se tem ele já se espalhou por diversas partes, até nas não visíveis aos olhos. . 🔺Cuidado com a forma como os alimentos são conservados na geladeira. Evite deixa-los abertos ou destampados, e não consuma preparações feitas a mais de três dias. . 🔶OUTROS HÁBITOS RELACIONADOS À SÍNDROME . ➡️Uso frequente de antibiótico, laxantes, antiácidos e corticóides ➡️Estresse mental e emocional ➡️Xenobióticos (agrotóxicos, metais pesados, susbtâncias químicas) ➡️Desequilíbrios hormonais ➡️Má digestão e alergias alimentares não respeitadas. . 🔶O QUE FAZER? . ➡️Pare de consumir o açúcar e carboidratos refinados, bebidas açucaradas, sucos e adoçantes. Evite a ingestão de maçã, uva e frutas secas por um tempo. ➡️Tenha paciência, pois o primeiro processo é demorado. Você não vai mudar sua microbiota intestinal da noite para o dia. Além da mudança é necessário persistência dos hábitos. ➡️Procure um médico para investigar a ocorrência de alergias alimentares, como a intolerância ao glúten, proteína do leite, soja, ovo ou outros alergênicos. . 🔷Consuma alimentos antifúngicos, como: ✅óleo de coco extra virgem ✅orégano e alecrim ✅semente de abóbora ✅açafrão da terra ✅alho ✅cranberry ✅ipê roxo . 🔷Faça a modulação do sistema imune, para que seu corpo recupere suas defesas naturais, incluindo alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros. ⚠️O conteúdo não substitui uma consulta ou tratamento nutricional. #sindromefungica #disbiose #nutrologia #medicinapreventiva #bemestar

. A alimentação tem um papel crucial na causa da Síndrome Fúngica, pois antes de nos alimentarmos alimentamos as bactérias e fungos do nosso intestino. . 🔶Existem alimentos que favorecem a síndrome fúngica, como os açúcares e os carboidratos refinados. Há também alguns alimentos facilmente contaminados por fungos, como o amendoim, milho, morango, mamão, frutas secas e castanhas. Ao comprar produtos à granel, evite as farinhas e alimentos já moídos e tenha atenção às frutas secas e castanhas, elas não devem ter manchas ou pontos brancos. . 🔺Esqueça a história de tirar a parte “estragada” de um alimento e comer o restante. O bolor é a presença de fungos e se tem ele já se espalhou por diversas partes, até nas não visíveis aos olhos. . 🔺Cuidado com a forma como os alimentos são conservados na geladeira. Evite deixa-los abertos ou destampados, e não consuma preparações feitas a mais de três dias. . 🔶OUTROS HÁBITOS RELACIONADOS À SÍNDROME . ➡️Uso frequente de antibiótico, laxantes, antiácidos e corticóides ➡️Estresse mental e emocional ➡️Xenobióticos (agrotóxicos, metais pesados, susbtâncias químicas) ➡️Desequilíbrios hormonais ➡️Má digestão e alergias alimentares não respeitadas. . 🔶O QUE FAZER? . ➡️Pare de consumir o açúcar e carboidratos refinados, bebidas açucaradas, sucos e adoçantes. Evite a ingestão de maçã, uva e frutas secas por um tempo. ➡️Tenha paciência, pois o primeiro processo é demorado. Você não vai mudar sua microbiota intestinal da noite para o dia. Além da mudança é necessário persistência dos hábitos. ➡️Procure um médico para investigar a ocorrência de alergias alimentares, como a intolerância ao glúten, proteína do leite, soja, ovo ou outros alergênicos. . 🔷Consuma alimentos antifúngicos, como: ✅óleo de coco extra virgem ✅orégano e alecrim ✅semente de abóbora ✅açafrão da terra ✅alho ✅cranberry ✅ipê roxo . 🔷Faça a modulação do sistema imune, para que seu corpo recupere suas defesas naturais, incluindo alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros. ⚠️O conteúdo não substitui uma consulta ou tratamento nutricional. #sindromefungica #disbiose #nutrologia #medicinapreventiva #bemestar)?> at Ji-Paraná

0
@centromedicoburiti

A síndrome Fúngica é considerada como uma síndrome oculta e silenciosa ocasionada pela proliferação de fungos por disbidiose, comprometendo a eficácia do sistema imunológico. Alguns medicamentos, estresses, diabetes, hipoglicemia e outras doenças metabólicas podem estimular a proliferação de Cândida e outros fungos levando a infecção, inflamação, alteração do sistema imunológico e consequentemente, doenças crônicas. A maior parte da sociedade adquiriu novos hábitos alimentares e comportamentais que deixam mais expostas a agressores exógenos e endógenos. Os fungos são naturais da mucosa, não existe um processo de eliminá-los do organismo e ao se manter os fatores predisponentes, no primeiro desequilíbrio orgânico, a proliferação fúngica voltará acontecer. A maior parte dos medicamentos antifúngicos também é agressiva ao nosso organismo, além de causarem distúrbios nas funções hepáticas. Diversas terapias precisam ser associadas para o tratamento de uma síndrome fúngica, o equilíbrio do estado nutricional e imunológico é sempre necessário já que o tratamento pode causar uma reação de mal estar pior do que a ação do fungo “vivo” no intestino. O mais aconselhável é prepara o organismo antes, com o objetivo de amenizar as reações ocasionadas no processo de eliminação do parasita. 1 Equilíbrio da Microbiota Intestinal 2 Melhora na Permeabilidade Intestinal 3 Tratamento do Fungo 4 Eliminação de Toxinas pelas Fezes 5 Suplementação Nutricional No Centro Médico Buriti os atendimentos na Nutrologia são conduzidos por @abimarburiti #sindromefungica #candidiase #centromedicoburiti

A síndrome Fúngica é considerada como uma síndrome oculta e silenciosa ocasionada pela proliferação de fungos por disbidiose, comprometendo a eficácia do sistema imunológico. Alguns medicamentos, estresses, diabetes, hipoglicemia e outras doenças metabólicas podem estimular a proliferação de Cândida e outros fungos levando a infecção, inflamação, alteração do sistema imunológico e consequentemente, doenças crônicas. A maior parte da sociedade adquiriu novos hábitos alimentares e comportamentais que deixam mais expostas a agressores exógenos e endógenos. Os fungos são naturais da mucosa, não existe um processo de eliminá-los do organismo e ao se manter os fatores predisponentes, no primeiro desequilíbrio orgânico, a proliferação fúngica voltará acontecer. A maior parte dos medicamentos antifúngicos também é agressiva ao nosso organismo, além de causarem distúrbios nas funções hepáticas. Diversas terapias precisam ser associadas para o tratamento de uma síndrome fúngica, o equilíbrio do estado nutricional e imunológico é sempre necessário já que o tratamento pode causar uma reação de mal estar pior do que a ação do fungo “vivo” no intestino. O mais aconselhável é prepara o organismo antes, com o objetivo de amenizar as reações ocasionadas no processo de eliminação do parasita. 1 Equilíbrio da Microbiota Intestinal 2 Melhora na Permeabilidade Intestinal 3 Tratamento do Fungo 4 Eliminação de Toxinas pelas Fezes 5 Suplementação Nutricional No Centro Médico Buriti os atendimentos na Nutrologia são conduzidos por @abimarburiti #sindromefungica #candidiase #centromedicoburiti)?> at Centro Médico Buriti Dermatologia E Cirurgia Plástica

2
@saude_repost

)?>

2
@nutrioliviamatos

Já ouviu falar em Síndrome Fúngica? Ela é mais comum do que podemos imaginar. Ocorre quando há um desequilíbrio entre fungos e bactérias no intestino. Todos nós temos fungos no intestino. O problema é o desequilíbrio! A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. O que ela faz? Ela leva à desorganização de muitas vias metabólicas do organismo. Causa redução da ação de vitaminas do complexo B e do Ômega 3 e aumento de subprodutos tóxicos. E como sabemos se temos isso? Flatulência, distensão abdominal, azia, refluxo, assadura, fezes com muito muco...isso indica uma inflamação intestinal e pode ser uma candidíase instalada. Qual a relação entre fungo e autismo? Os subprodutos da fermentação do fungo podem ser neurotóxicos, levando à redução da atenção, concentração, hiperatividade, desejo por doces, irritação, alterações sensoriais, comportamento agressivo e intolerante, entre outras. E como tratamos? Além do tratamento convencional, podemos ajudar a deixar o intestino mais saudável. Temos que aumentar a proliferação de microorganismos bons e reduzir os ruins. Temos que ajudar na desintoxicação do fígado e na imunidade. O que a Nutrição tem a ver com isso? Tudo! 😁 A redução no consumo de alimentos que inflamam o intestino, como doces, gorduras ruins, toxinas, aditivos alimentares e aumento do consumo de alimentos antiinflamatórios, como azeite, ervas, frutas, legumes e que são antifúngicos, como óleo de coco, orégano, alecrim. Isso é o primeiro passo. O uso de suplementos alimentares é outro passo! Existem vitaminas, minerais, fitoquímicos e outros compostos que ajudam no equilíbrio do metabolismo e na desinflamação do organismo. O uso de probióticos e enzimas digestivas também são muito importantes para o processo. #autismo #nutrindomundoazul #autistaprecisadenutricionista #nutricionistamaternoinfantil #sindromefungica

Já ouviu falar em Síndrome Fúngica? Ela é mais comum do que podemos imaginar. Ocorre quando há um desequilíbrio entre fungos e bactérias no intestino. Todos nós temos fungos no intestino. O problema é o desequilíbrio! A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. O que ela faz? Ela leva à desorganização de muitas vias metabólicas do organismo. Causa redução da ação de vitaminas do complexo B e do Ômega 3 e aumento de subprodutos tóxicos. E como sabemos se temos isso? Flatulência, distensão abdominal, azia, refluxo, assadura, fezes com muito muco...isso indica uma inflamação intestinal e pode ser uma candidíase instalada. Qual a relação entre fungo e autismo? Os subprodutos da fermentação do fungo podem ser neurotóxicos, levando à redução da atenção, concentração, hiperatividade, desejo por doces, irritação, alterações sensoriais, comportamento agressivo e intolerante, entre outras. E como tratamos? Além do tratamento convencional, podemos ajudar a deixar o intestino mais saudável. Temos que aumentar a proliferação de microorganismos bons e reduzir os ruins. Temos que ajudar na desintoxicação do fígado e na imunidade. O que a Nutrição tem a ver com isso? Tudo! 😁 A redução no consumo de alimentos que inflamam o intestino, como doces, gorduras ruins, toxinas, aditivos alimentares e aumento do consumo de alimentos antiinflamatórios, como azeite, ervas, frutas, legumes e que são antifúngicos, como óleo de coco, orégano, alecrim. Isso é o primeiro passo. O uso de suplementos alimentares é outro passo! Existem vitaminas, minerais, fitoquímicos e outros compostos que ajudam no equilíbrio do metabolismo e na desinflamação do organismo. O uso de probióticos e enzimas digestivas também são muito importantes para o processo. #autismo #nutrindomundoazul #autistaprecisadenutricionista #nutricionistamaternoinfantil #sindromefungica)?>

0
@nutrijessicademedeiros

Como citado num post anterior não é somente a farinha de trigo que possui glúten, mas a farinha de trigo é a fonte mais consumida e além de que nos faz mal por outros motivos também!!! Quer saber mais 2 motivos para evitar o consumo de farinha de trigo e que não tem a ver com o glúten? - A forma com que os farináceos são armazenados no Brasil é inadequada, com alta proliferação de fungos o que é prejudicial para nossa saúde, favorecendo a famosa disbiose e consequentemente a possível síndrome fúngica. - O excesso do consumo de farinha favorece o aumento de triglicérides. Dois motivos que talvez você não associei com alguns sintomas! #nutricaofuncional #disbiose #sindromefungica #inflamacao #doencascronicas #pormaisaude #vitalidadepositiva #informacao #conhecimento #nutrijessicademedeiros

Como citado num post anterior não é somente a farinha de trigo que possui glúten, mas a farinha de trigo é a fonte mais consumida e além de que nos faz mal por outros motivos também!!! Quer saber mais 2 motivos para evitar o consumo de farinha de trigo e que não tem a ver com o glúten? - A forma com que os farináceos são armazenados no Brasil é inadequada, com alta proliferação de fungos o que é prejudicial para nossa saúde, favorecendo a famosa disbiose e consequentemente a possível síndrome fúngica. - O excesso do consumo de farinha favorece o aumento de triglicérides. Dois motivos que talvez você não associei com alguns sintomas! #nutricaofuncional #disbiose #sindromefungica #inflamacao #doencascronicas #pormaisaude #vitalidadepositiva #informacao #conhecimento #nutrijessicademedeiros)?>

0
@sorayacostanutrifuncional

Todos nós temos fungos. Eles habitam nossos intestinos e vagina, em sua grande maioria E não há problema nisso. O problema é quando existe uma multiplicação exarcebada desses microorganismos, que podem causar sintomas que podem variar com o tempo , em diversos órgãos, de forma individual e com intensidades diferentes. Sintomas como: Flatulência, constipação, diarréia ( ou alternância entre os dois), sapinho, enxaqueca, fadiga anormal, ansiedade, sonolência, insônia, depressão, falha na memória podem ser sintomas causados pela proliferação exacerbada de fungos. O texto completo com dicas alimentares está no blog ! Link na bio. #sindromefungica #nutricaofuncional #candidiase #alimentosantifungicos #enxaqueca

Todos nós temos fungos. Eles habitam nossos intestinos e vagina, em sua grande maioria E não há problema nisso. O problema é quando existe uma multiplicação exarcebada desses microorganismos, que podem causar sintomas que podem variar com o tempo , em diversos órgãos, de forma individual e com intensidades diferentes. Sintomas como: Flatulência, constipação, diarréia ( ou alternância entre os dois), sapinho, enxaqueca, fadiga anormal, ansiedade, sonolência, insônia, depressão, falha na memória podem ser sintomas causados pela proliferação exacerbada de fungos. O texto completo com dicas alimentares está no blog ! Link na bio. #sindromefungica #nutricaofuncional #candidiase #alimentosantifungicos #enxaqueca)?> at Santos, Sao Paulo, Brazil

0
@nathylopes_nutri

👉🏻 A candidíase de repetição que perturba tantas mulheres pode ter seu fim através da alimentação!! - - 👉🏻 Você aí que sofre com candidiase para pra analisar como está seu intestino e como está seu consumo de farinhas e açúcar?!! - - 👉🏻 Arrasta o dedinho pro lado pra ver todos os vídeos e vem entender um pouquinho sobre essa relação!!! 💩☺️

👉🏻 A candidíase de repetição que perturba tantas mulheres pode ter seu fim através da alimentação!! - - 👉🏻 Você aí que sofre com candidiase para pra analisar como está seu intestino e como está seu consumo de farinhas e açúcar?!! - - 👉🏻 Arrasta o dedinho pro lado pra ver todos os vídeos e vem entender um pouquinho sobre essa relação!!! 💩☺️)?>

9
@nathpinho.nutri

Vc sabia que todo mundo tem cândida no intestino? É natural a presença desse fungo no nosso intestino, e incluo os homens aqui viu?! MAS, quando a cândida se prolifera ai sim vemos um problema! Existem vários fatores que causam essa proliferação : . 🍃Imunidade baixa (pelo stresse, emocional e/ou carência nutricional); 🍃Uso de medicamentos em excesso e/ou anticoncepcionais; 💊 🍃Alimentação rica em carboidrato refinado (pães, tapioca, bolos e massas);🍫🍩🍰 🍃Álcool em excesso;🍺 🍃Intolerância alimentar não respeitada (quem sabe que não pode com o leite, mas toma msmo assim, por ex); entre outros. Todos esses farotes geram a disbiose, que é o desequilíbrio da microbiota intestinal. Para aliviar os sintomas um ginecologista pode te judar, mas para prevenir novos episódios o nutricionista entra em ação! ✌️ Adequar a quantidade de carboidratos é muito importante, principalmente quando você estiver em crise , já que os fungos se ‘alimentam’ do carboidrato! Apostar em alimentos antifúngicos; E avaliar possíveis intolerâncias e adequar o aporte de nutrientes para restaurar sua microbiota intestinal. Até porque os antifúngicos e antibióticos que você tomou para aliviar os sintomas agravaram sua disbiose. Ou seja, possivelmente você pode ter novas crises já que seu intestino está um ambiente perfeito para bactérias ruins e fungos se proliferarem novamente! Eu já sofri muito e hoje estou realmente curada! Graças a um intestino saudável. 😺

Vc sabia que todo mundo tem cândida no intestino? É natural a presença desse fungo no nosso intestino, e incluo os homens aqui viu?! MAS, quando a cândida se prolifera ai sim vemos um problema! Existem vários fatores que causam essa proliferação : . 🍃Imunidade baixa (pelo stresse, emocional e/ou carência nutricional); 🍃Uso de medicamentos em excesso e/ou anticoncepcionais; 💊 🍃Alimentação rica em carboidrato refinado (pães, tapioca, bolos e massas);🍫🍩🍰 🍃Álcool em excesso;🍺 🍃Intolerância alimentar não respeitada (quem sabe que não pode com o leite, mas toma msmo assim, por ex); entre outros. Todos esses farotes geram a disbiose, que é o desequilíbrio da microbiota intestinal. Para aliviar os sintomas um ginecologista pode te judar, mas para prevenir novos episódios o nutricionista entra em ação! ✌️ Adequar a quantidade de carboidratos é muito importante, principalmente quando você estiver em crise , já que os fungos se ‘alimentam’ do carboidrato! Apostar em alimentos antifúngicos; E avaliar possíveis intolerâncias e adequar o aporte de nutrientes para restaurar sua microbiota intestinal. Até porque os antifúngicos e antibióticos que você tomou para aliviar os sintomas agravaram sua disbiose. Ou seja, possivelmente você pode ter novas crises já que seu intestino está um ambiente perfeito para bactérias ruins e fungos se proliferarem novamente! Eu já sofri muito e hoje estou realmente curada! Graças a um intestino saudável. 😺)?> at Nathalia Pinho Nutricionista

1
@reginacabral_nutri

A síndrome Fungica nada mais é do que a multiplicação exarcebada de microorganismos dentro do nosso corpo associado ao tipo e quantidade de compostos tóxicos que eles produzem. Está relacionada com o aparecimento de doenças e sintomas como candidiase de repetição, fadiga crônica, vontade exagerada de comer doces, queda de cabelo, colite, nervosismo e ansiedade descontrolada, depressão, alergias, coceiras, micoses, frieiras, aftas, assaduras, rosácea, enxaquecas, etc. A síndrome fúngica é oculta e silenciosa. É associada a sobrecarga de consumo de produtos alimentícios com substâncias que devem ser evitadas. Nosso comportamento alimentar (incluindo: açúcar refinado, farinhas, álcool, embutidos, cafeína em excesso, aditivos químicos) e as condições ambientais atuais são ameaças reais ao nosso organismo,. O Nutricionista pode ajudar a detectar a presença da síndrome fúngica e orientar melhor tratamento dietoterápico para cada caso. #nutricionistareginacabral #nutricionistaemvg #sindromefungica

A síndrome Fungica nada mais é do que a multiplicação exarcebada de microorganismos dentro do nosso corpo associado ao tipo e quantidade de compostos tóxicos que eles produzem. Está relacionada com o aparecimento de doenças e sintomas como candidiase de repetição, fadiga crônica, vontade exagerada de comer doces, queda de cabelo, colite, nervosismo e ansiedade descontrolada, depressão, alergias, coceiras, micoses, frieiras, aftas, assaduras, rosácea, enxaquecas, etc. A síndrome fúngica é oculta e silenciosa. É associada a sobrecarga de consumo de produtos alimentícios com substâncias que devem ser evitadas. Nosso comportamento alimentar (incluindo: açúcar refinado, farinhas, álcool, embutidos, cafeína em excesso, aditivos químicos) e as condições ambientais atuais são ameaças reais ao nosso organismo,. O Nutricionista pode ajudar a detectar a presença da síndrome fúngica e orientar melhor tratamento dietoterápico para cada caso. #nutricionistareginacabral #nutricionistaemvg #sindromefungica)?>

0
@pridiciero

😨Agitação, ansiedade, ataques de pânico, brain fog, lentidão de pensamento 💭 (além de insônia e endometriose) são sintomas já citados na literatura relacionado com a SÍNDROME FÚNGICA! Ou seja, a cândida interfere sim na saúde mental e emocional. E a própria inflamação causada por esse fungo evita a absorção de diversos nutrientes, tanto os micronutrientes, como complexo B e triptofano, como os macronutrientes, que tem impacto direto na saúde cerebral e no corpo todo (por isso, muitas pessoas com candidíase vivem cansadas, desvitalizadas e com tendência a tristeza, confusão mental e baixa motivação). E depois de uma confirmação diagnóstica, encontrar o correto tratamento é super importante pq a solução disso é como um quebra cabeças. Não há fórmula mágica, nem suplemento e nem medicamento mágico, é um quebra cabeças de várias peças que temos que ir montando. Tomar antifúngico prescrito pelo médico e não corrigir alimentação (e outros pontos, como a privação de sono que pode estar ocorrendo) e dar suporte a suplementação, é praticamente esperar que a cândida voltará em breve. Como sempre reforço aqui: 💪🏽tratamos o DOENTE, e não a doença. Para ajudar com a vontade absurda de doces e reduzir os sintomas de oscilação de humor, gosto de entrar com aminoácidos livres num início de tratamento – corrigindo deficiências básicas - em paralelo com o “protocolo 5R” para correção da disbiose. Como tudo isso tem impacto com dificuldade em perda de gordura/peso, falarei em detalhes sobre o protocolo e suporte ao tratamento da cândida no projeto “NÃO ESTOU EM DIETA” com data de lançamento pra fev/2019! 🌿❤️Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #naoestouemdieta #comaalagosaudavelpormim #nutribruxa #emagrecimentoeficiente #sindromefungica #candidiase #nutricaoecandidiase

😨Agitação, ansiedade, ataques de pânico, brain fog, lentidão de pensamento 💭 (além de insônia e endometriose) são sintomas já citados na literatura relacionado com a SÍNDROME FÚNGICA! Ou seja, a cândida interfere sim na saúde mental e emocional. E a própria inflamação causada por esse fungo evita a absorção de diversos nutrientes, tanto os micronutrientes, como complexo B e triptofano, como os macronutrientes, que tem impacto direto na saúde cerebral e no corpo todo (por isso, muitas pessoas com candidíase vivem cansadas, desvitalizadas e com tendência a tristeza, confusão mental e baixa motivação). E depois de uma confirmação diagnóstica, encontrar o correto tratamento é super importante pq a solução disso é como um quebra cabeças. Não há fórmula mágica, nem suplemento e nem medicamento mágico, é um quebra cabeças de várias peças que temos que ir montando. Tomar antifúngico prescrito pelo médico e não corrigir alimentação (e outros pontos, como a privação de sono que pode estar ocorrendo) e dar suporte a suplementação, é praticamente esperar que a cândida voltará em breve. Como sempre reforço aqui: 💪🏽tratamos o DOENTE, e não a doença. Para ajudar com a vontade absurda de doces e reduzir os sintomas de oscilação de humor, gosto de entrar com aminoácidos livres num início de tratamento – corrigindo deficiências básicas - em paralelo com o “protocolo 5R” para correção da disbiose. Como tudo isso tem impacto com dificuldade em perda de gordura/peso, falarei em detalhes sobre o protocolo e suporte ao tratamento da cândida no projeto “NÃO ESTOU EM DIETA” com data de lançamento pra fev/2019! 🌿❤️Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #naoestouemdieta #comaalagosaudavelpormim #nutribruxa #emagrecimentoeficiente #sindromefungica #candidiase #nutricaoecandidiase)?> at São Paulo, Brazil

18
@ingridkarisenutricionista

Você sente muito mais fome após comer uma maçã? Tem muitos gases? Dor de cabeça frequente? Cansaço crônico incontrolável? Queda de cabelo? Distúrbios intestinais? Necessidade exagerada por doces, biscoitos, pães? Infecção urinária de repetição? Ansiedade? Existem muitos motivos para ter cada um desses desconfortos, mas será que a causa não é síndrome fúngica? Como já foi falado em postagens anteriores sobre a disbiose intestinal, que resumindo é quando o intestino está desequilibrado, com mais microbiota patogênica que benéfica, esse desequilíbrio pode favorecer o crescimento de fungos do “mal”também e não só de bactérias como se imagina. Nesse caso, tem-se a SÍNDROME FÚNGICA associada. Quando temos muitos fungos no organismo (Cândida albicans é um exemplo), há maior produção de uma substância chamada ácido tartárico e, como consequência, passamos a ter uma fome exagerada e irritabilidade (tem outras causas também pra fome exagerada e irritabilidade, ok?) A pessoa come o tempo inteiro e tem fome principalmente de fontes de açúcares diversos. Além disso, tem grande dificuldade para tolerar alimentos que fermentam ou que tem alto teor de fibras, principalmente as insolúveis. O que a MAÇÃ tem a ver com isso? Ela é uma das frutas com mais quantidade de arabinose, uma substância que, ao ser fermentada por fungos, produz mais ácido tartárico que aumenta a síndrome fúngica porque alimenta mais os fungos, que se multiplicam mais e causam mais sintomas. Existe alguma maneira de resolver isso? SIM!!! Existem orientações específicas a respeito que controlam os sintomas e as consequências da síndrome fúngica. Se acha que existe possibilidade de estar sofrendo com essa síndrome, talvez esteja na hora de procurar pessoalmente um Nutricionista ou Médico entendedores do assunto para conversar melhor sobre isso, para esclarecer suas dúvidas e você ser devidamente orientado após avaliação e definição do que de fato você tem! #sindromefungica #disbioseintestinal #criciumasc #criciuma #microbiotaintestinal

Você sente muito mais fome após comer uma maçã? Tem muitos gases? Dor de cabeça frequente? Cansaço crônico incontrolável? Queda de cabelo? Distúrbios intestinais? Necessidade exagerada por doces, biscoitos, pães? Infecção urinária de repetição? Ansiedade? Existem muitos motivos para ter cada um desses desconfortos, mas será que a causa não é síndrome fúngica? Como já foi falado em postagens anteriores sobre a disbiose intestinal, que resumindo é quando o intestino está desequilibrado, com mais microbiota patogênica que benéfica, esse desequilíbrio pode favorecer o crescimento de fungos do “mal”também e não só de bactérias como se imagina. Nesse caso, tem-se a SÍNDROME FÚNGICA associada. Quando temos muitos fungos no organismo (Cândida albicans é um exemplo), há maior produção de uma substância chamada ácido tartárico e, como consequência, passamos a ter uma fome exagerada e irritabilidade (tem outras causas também pra fome exagerada e irritabilidade, ok?) A pessoa come o tempo inteiro e tem fome principalmente de fontes de açúcares diversos. Além disso, tem grande dificuldade para tolerar alimentos que fermentam ou que tem alto teor de fibras, principalmente as insolúveis. O que a MAÇÃ tem a ver com isso? Ela é uma das frutas com mais quantidade de arabinose, uma substância que, ao ser fermentada por fungos, produz mais ácido tartárico que aumenta a síndrome fúngica porque alimenta mais os fungos, que se multiplicam mais e causam mais sintomas. Existe alguma maneira de resolver isso? SIM!!! Existem orientações específicas a respeito que controlam os sintomas e as consequências da síndrome fúngica. Se acha que existe possibilidade de estar sofrendo com essa síndrome, talvez esteja na hora de procurar pessoalmente um Nutricionista ou Médico entendedores do assunto para conversar melhor sobre isso, para esclarecer suas dúvidas e você ser devidamente orientado após avaliação e definição do que de fato você tem! #sindromefungica #disbioseintestinal #criciumasc #criciuma #microbiotaintestinal)?> at Criciúma

2
@pridiciero

😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controle, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. 🙄Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo ✍🏽tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa intestinal 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio mas, infelizmente, os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. 🥰Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional

😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controle, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. 🙄Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo ✍🏽tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa intestinal 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio mas, infelizmente, os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. 🥰Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional)?> at São Paulo, Brazil

16
@priscilarodriguesnutrisp

O tratamento para artrite segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia diz: a atrite primeiramente só é considerada crônica após 6 semanas de sintomas- talvez seja as 6 semanas mais longas da vida de uma família. Os tratamentos iniciam com anti inflamatórios não esteróides, com a finalidade de desinchar e aliviar a dor - aspirina, naproxeno ou ibuprofeno. Aqui começou com ibuprofeno orientado pelo ortopedista e naproxeno posterior pela reumato, que iniciou a dose de 1 comprimido ao dia de 250 mg. A artrite com FAN positivo deve se pesquisar presença de uveíte que é uma inflamação séria nos olhos, que não apresenta sintomas, mas se presente deve ser tratada pois a visão pode ser comprometida. Mesmo com FAN positivo, no caso do meu filho não temos presença de uveíte, mas como ele usa óculos e precisamos ir com frequência só oftalmologista, é sempre avaliado através do fundo do olho. A atrite pode ser determinada pelo número de articulações comprometidas como sendo oligoarticular - até 4 articulações comprometidas, poliarticular 5 ou mais articulações e sistêmica que é associada a febre alta. Começamos com os joelhos e após 1 mês os dois joelhos e punhos. Nesse momento já estávamos tratando juntamente com a fisioterapia que foi fundamental para muitas evoluções que irei descrever. O quadro se agravou quando foi aumentada a dose de naproxeno para 1 comprimido e meio de 250 mg, e junto a prescrição de omeprazol 20 mg pelo receio de problemas gástricos... após isso vivemos 1 mês de muito sofrimento. Para quem não sabe o protetor gástrico limita a produção de ácido da digestão e impede absorção de muitos nutrientes. 1 mês apenas ele tomou pois foi quando iniciamos uma mudança de percurso. Nesse 1 mês ele não andava direito e começou apresentar nódulos na articulação. Período de uma piora visível no quadro, e para quem sabe da importância da boa digestão dos alimentos e dos nutrientes envolvidos, acredita que toda a piora faz muito sentido... sem a quebra adequada das proteínas ela passa intacta provocando muitos outros problemas. #alergiaalimentar #menosprazol #intestinopermeavel #leakygut #disbioseintestinal #sindromefungica

O tratamento para artrite segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia diz: a atrite primeiramente só é considerada crônica após 6 semanas de sintomas- talvez seja as 6 semanas mais longas da vida de uma família. Os tratamentos iniciam com anti inflamatórios não esteróides, com a finalidade de desinchar e aliviar a dor - aspirina, naproxeno ou ibuprofeno. Aqui começou com ibuprofeno orientado pelo ortopedista e naproxeno posterior pela reumato, que iniciou a dose de 1 comprimido ao dia de 250 mg. A artrite com FAN positivo deve se pesquisar presença de uveíte que é uma inflamação séria nos olhos, que não apresenta sintomas, mas se presente deve ser tratada pois a visão pode ser comprometida. Mesmo com FAN positivo, no caso do meu filho não temos presença de uveíte, mas como ele usa óculos e precisamos ir com frequência só oftalmologista, é sempre avaliado através do fundo do olho. A atrite pode ser determinada pelo número de articulações comprometidas como sendo oligoarticular - até 4 articulações comprometidas, poliarticular 5 ou mais articulações e sistêmica que é associada a febre alta. Começamos com os joelhos e após 1 mês os dois joelhos e punhos. Nesse momento já estávamos tratando juntamente com a fisioterapia que foi fundamental para muitas evoluções que irei descrever. O quadro se agravou quando foi aumentada a dose de naproxeno para 1 comprimido e meio de 250 mg, e junto a prescrição de omeprazol 20 mg pelo receio de problemas gástricos... após isso vivemos 1 mês de muito sofrimento. Para quem não sabe o protetor gástrico limita a produção de ácido da digestão e impede absorção de muitos nutrientes. 1 mês apenas ele tomou pois foi quando iniciamos uma mudança de percurso. Nesse 1 mês ele não andava direito e começou apresentar nódulos na articulação. Período de uma piora visível no quadro, e para quem sabe da importância da boa digestão dos alimentos e dos nutrientes envolvidos, acredita que toda a piora faz muito sentido... sem a quebra adequada das proteínas ela passa intacta provocando muitos outros problemas. #alergiaalimentar #menosprazol #intestinopermeavel #leakygut #disbioseintestinal #sindromefungica)?>

3
@priscilarodriguesnutrisp

Junto a todo processo de dúvidas ao diagnóstico, conversei com amigas nutricionistas @patzuanazzi @draeneidaramos @patmodesto - pessoas muito especiais na minha vida. Como é bom dividir coisas boas e ter auxílio nas ruins. Foi onde a nutrição funcional começou a ser praticada. Adaptar a alimentação retirando o glúten, que acreditem 30 dias sem glúten tivemos uma boa resposta . Ao sair os primeiros exames de sangue - acompanhava a cada 1 hora pelo celular, mesmo esperando resultado dos que faltavam 3 dias pela orientação do laboratório. Estado emocional que não se descreve de tão complicado. Seus exames de função tireoidianas estavam alterados, mas meu Deus, mais um diagnóstico?! Sem a presença do glúten voltaram ao normal. Mas afinal o que pode tudo isso ter relação com atrite, doenças auto imunes?! Quem é nutricionista e funcional sabe bem dos benefícios de sua retirada. Começava um luz um um quadro de artrite com característica de alergia alimentar/ disbiose intestinal, síndrome fúngica e toda uma luta para não viver o drama de ter suas articulações comprometidas. #nutricaofuncional #leakygut #sindromefungica #disbioseintestinal #modulacaointestinal💩 #medicinaintegrativa

Junto a todo processo de dúvidas ao diagnóstico, conversei com amigas nutricionistas @patzuanazzi @draeneidaramos @patmodesto - pessoas muito especiais na minha vida. Como é bom dividir coisas boas e ter auxílio nas ruins. Foi onde a nutrição funcional começou a ser praticada. Adaptar a alimentação retirando o glúten, que acreditem 30 dias sem glúten tivemos uma boa resposta . Ao sair os primeiros exames de sangue - acompanhava a cada 1 hora pelo celular, mesmo esperando resultado dos que faltavam 3 dias pela orientação do laboratório. Estado emocional que não se descreve de tão complicado. Seus exames de função tireoidianas estavam alterados, mas meu Deus, mais um diagnóstico?! Sem a presença do glúten voltaram ao normal. Mas afinal o que pode tudo isso ter relação com atrite, doenças auto imunes?! Quem é nutricionista e funcional sabe bem dos benefícios de sua retirada. Começava um luz um um quadro de artrite com característica de alergia alimentar/ disbiose intestinal, síndrome fúngica e toda uma luta para não viver o drama de ter suas articulações comprometidas. #nutricaofuncional #leakygut #sindromefungica #disbioseintestinal #modulacaointestinal💩 #medicinaintegrativa)?>

1
@nutre_soul

Você sabia que candidíase vaginal de repetição, falta de energia ou vontade exagerada de comer doces podem estar relacionadas a Síndrome Fúngica? Uma doença silenciosa que afeta milhares de pessoas sem o conhecimento delas. O nosso organismo possui um complexo sistema que mantém o equilíbrio entre as boas e as más bactérias, as comensais e fungos. Chamamos de disbiose, um desequilíbrio na microbiota intestinal onde irá favorecer o crescimento de bactérias patogênicas e de fungos.A proliferação fúngica intestinal pode desencadear sintomas que afetam órgãos, tecidos e células, podendo causar desequilíbrios nutricionais como: hipoglicemia, alterar a ação do sistema imunológico (maior risco de infecção),diminuir a resistência e aumentando a pré disposição a processos alérgicos,inflamatórios e autoimunes, podendo até contribuir para o catabolismo dos músculos. Sintomas e causas👉🏼 gases, distensão abdominal,prisão de ventre, aftas, língua branca, enxaqueca,cansaço físico exagerado,ansiedade,alterações de humor, vontade de comer doces,candidíase vaginal e infecção urinaria de repetição.A causa pode está no consumo frequente de açúcar refinado,lactose,chocolates,bolos, biscoitos,refrigerantes,pão branco,álcool, embutidos e cafeína.Produtos industrializados levam ao crescimento fúngico.Jejum prolongado,alimentação com baixo teor de frutas,legumes e verduras,estresse,consumo de antiinflamatórios,Antiácidos,antibióticos, laxantes, má alimentação, estresse e outros também são causadores.Tratamento👉🏼 Uma dieta rica em fibras: folhas,verduras e legumes,alimentos integrais,frutas frescas(devemos evitar as seca),peixe,frango,livre de alimentos alergênicos e industrializados, irá favorecer uma microbiota saudável e deixar o ambiente menos atrativo para os fungos.A utilização de lactobacillus e suplementos que melhorem a saúde intestinal podem ser utilizados para tratar a síndrome fúngica.Durante o tratamento, evite também outros que contribuem para o aumento dos fungos como frutas cítricas,oleaginosas,frutas secas, sucos de uva e maçã(mto fermentáveis),grãos como feijão,vinagre,produtos em conserva,levedo de cerveja e alimento prontos que ficam mais de dois dias na geladeira

Você sabia que candidíase vaginal de repetição, falta de energia ou vontade exagerada de comer doces podem estar relacionadas a Síndrome Fúngica? Uma doença silenciosa que afeta milhares de pessoas sem o conhecimento delas. O nosso organismo possui um complexo sistema que mantém o equilíbrio entre as boas e as más bactérias, as comensais e fungos. Chamamos de disbiose, um desequilíbrio na microbiota intestinal onde irá favorecer o crescimento de bactérias patogênicas e de fungos.A proliferação fúngica intestinal pode desencadear sintomas que afetam órgãos, tecidos e células, podendo causar desequilíbrios nutricionais como: hipoglicemia, alterar a ação do sistema imunológico (maior risco de infecção),diminuir a resistência e aumentando a pré disposição a processos alérgicos,inflamatórios e autoimunes, podendo até contribuir para o catabolismo dos músculos. Sintomas e causas👉🏼 gases, distensão abdominal,prisão de ventre, aftas, língua branca, enxaqueca,cansaço físico exagerado,ansiedade,alterações de humor, vontade de comer doces,candidíase vaginal e infecção urinaria de repetição.A causa pode está no consumo frequente de açúcar refinado,lactose,chocolates,bolos, biscoitos,refrigerantes,pão branco,álcool, embutidos e cafeína.Produtos industrializados levam ao crescimento fúngico.Jejum prolongado,alimentação com baixo teor de frutas,legumes e verduras,estresse,consumo de antiinflamatórios,Antiácidos,antibióticos, laxantes, má alimentação, estresse e outros também são causadores.Tratamento👉🏼 Uma dieta rica em fibras: folhas,verduras e legumes,alimentos integrais,frutas frescas(devemos evitar as seca),peixe,frango,livre de alimentos alergênicos e industrializados, irá favorecer uma microbiota saudável e deixar o ambiente menos atrativo para os fungos.A utilização de lactobacillus e suplementos que melhorem a saúde intestinal podem ser utilizados para tratar a síndrome fúngica.Durante o tratamento, evite também outros que contribuem para o aumento dos fungos como frutas cítricas,oleaginosas,frutas secas, sucos de uva e maçã(mto fermentáveis),grãos como feijão,vinagre,produtos em conserva,levedo de cerveja e alimento prontos que ficam mais de dois dias na geladeira)?>

3
@algmoura

#Repost @drapatriciabandeira • • • • • 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias

#Repost @drapatriciabandeira • • • • • 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias ⠀)?>

2
@thainaqueiroz.nutri

Mais um dia incrível de gravação! Falamos sobre Síndrome Fúngica! Já ouviu falar? Uma epidemia que poucos conhecem e muitossss possuem. Se vc possui 2 ou mais dos sintomas abaixo é bem provável que sofra dela e nem sonha: necessidade de comer doces o tempo inteiro, sudorese noturna, queda de cabelo, irritabilidade, episódios de hipoglicemia, dermatite seborreica, corrimentos, candidíase e muitos outros. Consultem um Nutricionista Funcional que entenda da Síndrome, pois o tratamento é alimentar.

Mais um dia incrível de gravação! Falamos sobre Síndrome Fúngica! Já ouviu falar? Uma epidemia que poucos conhecem e muitossss possuem. Se vc possui 2 ou mais dos sintomas abaixo é bem provável que sofra dela e nem sonha: necessidade de comer doces o tempo inteiro, sudorese noturna, queda de cabelo, irritabilidade, episódios de hipoglicemia, dermatite seborreica, corrimentos, candidíase e muitos outros. Consultem um Nutricionista Funcional que entenda da Síndrome, pois o tratamento é alimentar.)?> at IIGD Sede São Paulo

12
@fernandagranjanutri

)?>

30
@desafio_fitem21dias

👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias

👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias ⠀)?>

4
@drapatriciabandeira

👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias

👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias ⠀)?>

17
@danipaes_

)?> at Doces & Cores

16
@nutri_mariliaaraujo

)?>

4
@dra.patriciajunqueira

Início de mais um livro, de um assunto que amo!!! 🤔🤷🏻‍♀️ Você pode estar se perguntando, você ama estudar sobre Cândida????🤦🏻‍♀️ SIM!!!! Pois a Cândida ou a proliferação dela, denominada síndrome fúngica, eh uma epidemia oculta, ou seja muita gente tem e não sabe que tem, só descobre que existe isto ou descobre que tem no meu consultório quando me traz seus exames de sangue, onde dá positivo para síndrome fúngica!!! 👉🏻 E geralmente esta pessoa tem em seu organismo uma gama de sistemas relacionadas a está síndrome e acha que é outra coisa!!! 🤷🏻‍♀️Que sintomas podem vir dela??? 👉🏻 cansaço, tontura, candidíase de repetição, bolinhas no braço, gases intestinais excessivos, e muitos outros... 🤷🏻‍♀️ Como descobrir??? 👉🏻Fazendo exames de sangue! 🤷🏻‍♀️ Como tratar??? 👉🏻 Com a mudança da alimentação, suplementação e muitas vezes uma medicação (que mata o fungo, mas não o fígado 🙏) Procure um nutricionista funcional caso tenha suspeita desta síndrome!! #sindromefungica #nutricionistafuncional #nutricaoortomolecular

Início de mais um livro, de um assunto que amo!!! 🤔🤷🏻‍♀️ Você pode estar se perguntando, você ama estudar sobre Cândida????🤦🏻‍♀️ SIM!!!! Pois a Cândida ou a proliferação dela, denominada síndrome fúngica, eh uma epidemia oculta, ou seja muita gente tem e não sabe que tem, só descobre que existe isto ou descobre que tem no meu consultório quando me traz seus exames de sangue, onde dá positivo para síndrome fúngica!!! 👉🏻 E geralmente esta pessoa tem em seu organismo uma gama de sistemas relacionadas a está síndrome e acha que é outra coisa!!! 🤷🏻‍♀️Que sintomas podem vir dela??? 👉🏻 cansaço, tontura, candidíase de repetição, bolinhas no braço, gases intestinais excessivos, e muitos outros... 🤷🏻‍♀️ Como descobrir??? 👉🏻Fazendo exames de sangue! 🤷🏻‍♀️ Como tratar??? 👉🏻 Com a mudança da alimentação, suplementação e muitas vezes uma medicação (que mata o fungo, mas não o fígado 🙏) Procure um nutricionista funcional caso tenha suspeita desta síndrome!! #sindromefungica #nutricionistafuncional #nutricaoortomolecular)?> at Birigui

8
@nutrigicanno

Opa, é feriado, mas tem vídeo novo no canal as 12:30 💃🏻🎥 Hoje vamos falar de nutrição e #candidiase Você sabia que a nutrição tem um papel essencial no tratamento dessa #sindromefungica ?! Então confere as dicas no vídeo 😉 #nutricaofuncional #nutrigicanno #health #alimentacaosaudavel #nutricaoinclusiva #ateliealfarroba

Opa, é feriado, mas tem vídeo novo no canal as 12:30 💃🏻🎥 Hoje vamos falar de nutrição e #candidiase Você sabia que a nutrição tem um papel essencial no tratamento dessa #sindromefungica ?! Então confere as dicas no vídeo 😉 #nutricaofuncional #nutrigicanno #health #alimentacaosaudavel #nutricaoinclusiva #ateliealfarroba)?>

0
@fernanda.padovani

)?> at Brasília, Brazil

129
@flaviamachioni

Se você quer esquecer seu ex você não continua ficando com ele, né?! 🤔😂 Essa bela analogia é para responder uma pergunta que recebo muito: quanto tempo fiquei em tratamento da disbiose/síndrome fúngica. Segura essa verdade: o tratamento não acaba 🤭. Na real, eu nem considero tratamento...olha só: meu “tratamento” foi excluir os alimentos que tenho intolerância (lácteos) e diminuir o consumo de açúcares - pois são dois fatores que promovem a disbiose. Além disso, tive que aprender o que INCLUIR e o que MUDAR. No vídeo que acabou de ir ao ar no meu canal, eu e a querida @pri_riciardi conversamos sobre isso, e acho que você deveria ir lá ver! É importante ❤️. Eu deixei o link nos Stories, aqui no meu perfil ou basta você digitar YouTube.com/lactosenao direto no seu navegador. Depois volta aqui pra gente discutir o assunto?! #disbioseintestinal #sindromefungica #tchaucandi

Se você quer esquecer seu ex você não continua ficando com ele, né?! 🤔😂 Essa bela analogia é para responder uma pergunta que recebo muito: quanto tempo fiquei em tratamento da disbiose/síndrome fúngica. Segura essa verdade: o tratamento não acaba 🤭. Na real, eu nem considero tratamento...olha só: meu “tratamento” foi excluir os alimentos que tenho intolerância (lácteos) e diminuir o consumo de açúcares - pois são dois fatores que promovem a disbiose. Além disso, tive que aprender o que INCLUIR e o que MUDAR. No vídeo que acabou de ir ao ar no meu canal, eu e a querida @pri_riciardi conversamos sobre isso, e acho que você deveria ir lá ver! É importante ❤️. Eu deixei o link nos Stories, aqui no meu perfil ou basta você digitar YouTube.com/lactosenao direto no seu navegador. Depois volta aqui pra gente discutir o assunto?! #disbioseintestinal #sindromefungica #tchaucandi)?>

31
@deborah.nutri

)?>

3
@debora.almeida.nutri

)?>

2
@centrodenutricaotamyrisfarias

)?>

0
@draclaudiatoledo

CAUSAS E TRATAMENTO DE SÍNDROME FÚNGICA A alimentação errada é uma das causas mais comuns de síndrome fúngica.Os alimentos que mais provocam essa síndrome são: açucares, carboidratos refinados, e alimentos contaminados facilmente por fungos( amendoim, milho, morango,mamão,frutas secas e castanhas.)os quais quando apresentam bolor, deve ser descartado. Outras causas são: 1-USO DE REMÉDIOS FREQUENTES( antibiótico, laxante,antiácido e corticoide.)2-ESTRESSE MENTAL E EMOCIONAL.3-XENOBIÓTICOS( agrotóxicos, metais pesados etc).4-DESEQUILÍBRIOS HORMONAIS.5- MÁ DIGESTÃO E INTOLERÂNCIAS OU ALERGIAS ALIMENTARES NÃO RESPEITADAS. Para tratar devemos fazer o seguinte: 1-ALIMENTAÇÃO-evitar açúcar e alimentos refinados, maça e alimentos ricos em arabinose, pelo efeito hipoglicêmico.) 2-INVESTIGAR ALERGIAS E INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES 3-USO DE ALIMENTOS E FITOTERÁPICOS ANTIFÚNGICOS( óleo de coco extravirgem,orégano, alecrim,semente de abóbora,açafrão, alho, crawberry, ipê roxo. 4-USO DE PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS. 5- ANTIFÚNGICOS PRESCRITOS COM ORIENTAÇÃO MÉDICA. É preciso ter consciência que esse tratamento é um processo demorado. Não se modifica a microbiota intestinal da noite para o dia, além da mudança , é necessário a persistência nos hábitos. A mudança total e eliminação dos sintomas pode levar meses ou anos. Em paralelo é necessário também modular o sistema imune. #draclaudiatoledo #alimentacaosaudavel #vidasaudavel #sindromefungica #maceio #alagoas

CAUSAS E TRATAMENTO DE SÍNDROME FÚNGICA A alimentação errada é uma das causas mais comuns de síndrome fúngica.Os alimentos que mais provocam essa síndrome são: açucares, carboidratos refinados, e alimentos contaminados facilmente por fungos( amendoim, milho, morango,mamão,frutas secas e castanhas.)os quais quando apresentam bolor, deve ser descartado. Outras causas são: 1-USO DE REMÉDIOS FREQUENTES( antibiótico, laxante,antiácido e corticoide.)2-ESTRESSE MENTAL E EMOCIONAL.3-XENOBIÓTICOS( agrotóxicos, metais pesados etc).4-DESEQUILÍBRIOS HORMONAIS.5- MÁ DIGESTÃO E INTOLERÂNCIAS OU ALERGIAS ALIMENTARES NÃO RESPEITADAS. Para tratar devemos fazer o seguinte: 1-ALIMENTAÇÃO-evitar açúcar e alimentos refinados, maça e alimentos ricos em arabinose, pelo efeito hipoglicêmico.) 2-INVESTIGAR ALERGIAS E INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES 3-USO DE ALIMENTOS E FITOTERÁPICOS ANTIFÚNGICOS( óleo de coco extravirgem,orégano, alecrim,semente de abóbora,açafrão, alho, crawberry, ipê roxo. 4-USO DE PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS. 5- ANTIFÚNGICOS PRESCRITOS COM ORIENTAÇÃO MÉDICA. É preciso ter consciência que esse tratamento é um processo demorado. Não se modifica a microbiota intestinal da noite para o dia, além da mudança , é necessário a persistência nos hábitos. A mudança total e eliminação dos sintomas pode levar meses ou anos. Em paralelo é necessário também modular o sistema imune. #draclaudiatoledo #alimentacaosaudavel #vidasaudavel #sindromefungica #maceio #alagoas)?>

11
@renatanutriqueplanta

)?>

1
@adripcorrea1972

#Repost @dr_marceloalmeida (@get_repost) ・・・ ⠀ ⠀ ▶️ Já escutou falar de síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ ▶️ Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. ⠀ ▶️ Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. ⠀ ▶️ Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal; ⏩ Dermatite seborreica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀ ⏩ Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica bem desenvolvida. Quem sente ou já sentiu isso tem muito claro quando e como isso acontece; ⏩ Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ⏩ Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentada por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ 😉 Cuide do seu estilo de vida, evitando o stress e o sobrepeso. ⠀ #TeamDrMarceloAlmeida #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica

#Repost @dr_marceloalmeida (@get_repost) ・・・ ⠀ ⠀ ▶️ Já escutou falar de síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ ▶️ Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. ⠀ ▶️ Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. ⠀ ▶️ Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal; ⏩ Dermatite seborreica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀ ⏩ Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica bem desenvolvida. Quem sente ou já sentiu isso tem muito claro quando e como isso acontece; ⏩ Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ⏩ Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentada por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ 😉 Cuide do seu estilo de vida, evitando o stress e o sobrepeso. ⠀ #TeamDrMarceloAlmeida #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica ⠀)?>

0
@dr_marceloalmeida

⠀ ⠀ ▶️ Já escutou falar de síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ ▶️ Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. ⠀ ▶️ Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. ⠀ ▶️ Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal; ⏩ Dermatite seborreica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀ ⏩ Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica bem desenvolvida. Quem sente ou já sentiu isso tem muito claro quando e como isso acontece; ⏩ Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ⏩ Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentada por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ 😉 Cuide do seu estilo de vida, evitando o stress e o sobrepeso. ⠀ #TeamDrMarceloAlmeida #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica

⠀ ⠀ ▶️ Já escutou falar de síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ ▶️ Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. ⠀ ▶️ Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. ⠀ ▶️ Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal; ⏩ Dermatite seborreica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀ ⏩ Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica bem desenvolvida. Quem sente ou já sentiu isso tem muito claro quando e como isso acontece; ⏩ Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ⏩ Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentada por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ 😉 Cuide do seu estilo de vida, evitando o stress e o sobrepeso. ⠀ #TeamDrMarceloAlmeida #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica ⠀)?>

40
@linutrilife

Resumo do final de semana de atualização no “III congresso brasileiro de doenças funcionais do aparelho digestivo”,todos os holofotes virados para o intestino e a microbiota.Nesse Simpósio multidisciplinar de microbiontes foi discutido a relação do intestino com a função tireoidiana,a imunidade inata,a relação do eixo intestino-cérebro,depressão,doenças auto-imunes,hipocloridria (falta de ácido no estômago) e suas consequências,e como a nutrição pode auxiliar em tudo isso.Foi espetacular! #intestino #cerebro #tireoide #autoimune #depressao #disbiose #organicos #drvictorsorrentino #victorsorrentino #dradenisedecarvalho #denisedecarvalho #murilopereira #nutricao #nutricaointegrativa #medicinaintegrativa #organics #healthyfood #genetics #genetica #genetic #sindromefungica #candiase #candida

Resumo do final de semana de atualização no “III congresso brasileiro de doenças funcionais do aparelho digestivo”,todos os holofotes virados para o intestino e a microbiota.Nesse Simpósio multidisciplinar de microbiontes foi discutido a relação do intestino com a função tireoidiana,a imunidade inata,a relação do eixo intestino-cérebro,depressão,doenças auto-imunes,hipocloridria (falta de ácido no estômago) e suas consequências,e como a nutrição pode auxiliar em tudo isso.Foi espetacular! #intestino #cerebro #tireoide #autoimune #depressao #disbiose #organicos #drvictorsorrentino #victorsorrentino #dradenisedecarvalho #denisedecarvalho #murilopereira #nutricao #nutricaointegrativa #medicinaintegrativa #organics #healthyfood #genetics #genetica #genetic #sindromefungica #candiase #candida)?> at Amcham Brasil

3
@steffanichavezz

{ Óleo de orégano 🌿} ⠀⠀⠀⠀ Atenção mulheres com candidíase ou outras infecções fúngicas!! O óleo de orégano é obtido através da planta, seus princípios ativos principais são o Timol e o carvacrol. ⠀⠀⠀⠀ Poderoso anti fúngico e antibacteriano, seus efeitos super benéficos em candidíase de repetição, infecções fúngicas intestinais e de pele! ⠀⠀⠀⠀ Você encontra o óleo de orégano em cápsulas em alguns sites de suplementos naturais ou em farmácia de manipulação 🌿💊 ⠀⠀⠀⠀ Doses e modo de uso, consulte um nutricionista 👩🏻‍🎓 ______ 💚🥗, Steffani Loryn Steffaniloryn.com.br [email protected] #stenutri #vidaequilibrada #nutricionista #nutricao #healthcoach #miami #cuiaba #oleodeoregano #candidiase #sindromefungica

{ Óleo de orégano 🌿} ⠀⠀⠀⠀ Atenção mulheres com candidíase ou outras infecções fúngicas!! O óleo de orégano é obtido através da planta, seus princípios ativos principais são o Timol e o carvacrol. ⠀⠀⠀⠀ Poderoso anti fúngico e antibacteriano, seus efeitos super benéficos em candidíase de repetição, infecções fúngicas intestinais e de pele! ⠀⠀⠀⠀ Você encontra o óleo de orégano em cápsulas em alguns sites de suplementos naturais ou em farmácia de manipulação 🌿💊 ⠀⠀⠀⠀ Doses e modo de uso, consulte um nutricionista 👩🏻‍🎓 ______ 💚🥗, Steffani Loryn Steffaniloryn.com.br [email protected] #stenutri #vidaequilibrada #nutricionista #nutricao #healthcoach #miami #cuiaba #oleodeoregano #candidiase #sindromefungica)?> at Cuiabá, Brazil

5
@nutricionistavanessacavagnoli

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? FALE COM SEU NUTRICIONISTA Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? FALE COM SEU NUTRICIONISTA Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas)?>

0
@giselasavioli

)?>

36
@nutricionistavanessacavagnoli

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. continua nos comentários... #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. continua nos comentários... #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas)?>

2
@alimentandoenutrindo

Bom dia! Hoje vou tratar com vocês um assunto que interessa muito a nós mulheres, mas também vemos (na prática clinica) muita prevalência em homens. 🧠 Síndrome fúngica, porque cada vez mais frequentes? Camada língua na branca que não sai com escovação, vontade louca de comer doce, hipoglicemia no final da tarde, coceira ou corrimento vaginal, pano branco na pele, micoses, letargia, imunidade baixa, cabelo caindo.... e aí? Se identificou com os sintomas? 🌻 Bem resumidamente, isso se dá por uma vida de agressões ao seu intestino. Antibióticos na infância, corticoide, ma alimentação, introdução alimentar precoce, carência de nutrientes e por aí vai... e o que pode causar? Muitas coisas... e o que pode prevenir/ajudar muito no tratamento? Nutrição funcional e individualizada, recuperação da microbiota intestinal, recuperação do sistema imune, nutrientes para as suas células, água, restrição de “combustível” para os fungos, etc. 🌈 Procure um nutri funcional e deixe sua dúvida e/ou pergunta aqui 👇🏻💋 #sindromefungica #nutricaofuncional #modilacaonutricional

Bom dia! Hoje vou tratar com vocês um assunto que interessa muito a nós mulheres, mas também vemos (na prática clinica) muita prevalência em homens. 🧠 Síndrome fúngica, porque cada vez mais frequentes? Camada língua na branca que não sai com escovação, vontade louca de comer doce, hipoglicemia no final da tarde, coceira ou corrimento vaginal, pano branco na pele, micoses, letargia, imunidade baixa, cabelo caindo.... e aí? Se identificou com os sintomas? 🌻 Bem resumidamente, isso se dá por uma vida de agressões ao seu intestino. Antibióticos na infância, corticoide, ma alimentação, introdução alimentar precoce, carência de nutrientes e por aí vai... e o que pode causar? Muitas coisas... e o que pode prevenir/ajudar muito no tratamento? Nutrição funcional e individualizada, recuperação da microbiota intestinal, recuperação do sistema imune, nutrientes para as suas células, água, restrição de “combustível” para os fungos, etc. 🌈 Procure um nutri funcional e deixe sua dúvida e/ou pergunta aqui 👇🏻💋 #sindromefungica #nutricaofuncional #modilacaonutricional)?>

6
@nutrindo_o_saber

#Repost @pridiciero • • • 😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controlwe, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio, mas infelizmente os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional

#Repost @pridiciero • • • 😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controlwe, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio, mas infelizmente os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional)?> at Cícero Dantas

0
@emporiumprodutosnaturais

Ele chegou! O Vital Inib é o suplemento a base de óleo de coco e óleo de orégano, com efeitos excelentes para suporte em imunidade e ação antifúngica. A dose sugerida é 2 cápsulas ao dia, porém consulte seu nutricionista para adequações particulares! #vitalatman #vitalinib #oleodeoregano #imunidade #antifungico #sindromefungica #nutricaofuncional #emporiumprodutosnaturais #nutricao #oleodecoco

Ele chegou! O Vital Inib é o suplemento a base de óleo de coco e óleo de orégano, com efeitos excelentes para suporte em imunidade e ação antifúngica. A dose sugerida é 2 cápsulas ao dia, porém consulte seu nutricionista para adequações particulares! #vitalatman #vitalinib #oleodeoregano #imunidade #antifungico #sindromefungica #nutricaofuncional #emporiumprodutosnaturais #nutricao #oleodecoco)?> at Emporium Produtos Naturais

1
@wanessapires__

#Repost @drsamueldallelaste • • • Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude

#Repost @drsamueldallelaste • • • Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude)?>

0
@nutrirenatachequer

#Rensta #Repost: @drsamueldallelaste via @renstapp ··· “ Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude

#Rensta #Repost: @drsamueldallelaste via @renstapp ··· “ Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude ”)?> at Bristol Viçosa Hotel

1
@drsamueldallelaste

Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude

Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude)?>

13
@raquelthomaznut

Atenção, mulheres! 😉 #Repost @espaconutrirrj (@get_repost) ・・・ A alimentação tem papel fundamental no tratamento e prevenção da candidíase vaginal – condição muito frequente as entre mulheres. Ela é provocada pelo crescimento exacerbado da cândida albicans, um fungo que reside naturalmente em nosso trato gastrointestinal. ••• Nossa nutri parceira Raquel Thomaz @raquelthomaznut tem dicas incríveis para ajudar no tratamento. Devem ser retiradas especialmente as fontes de carboidratos refinados e de alto índice glicêmico, pois o açúcar é o principal substrato energético do fungo. Fontes de glúten, frutas cítricas, leite e derivados, amendoim e oleaginosas, bebidas alcoólicas e alimentos fermentados por leveduras (cerveja, pão, vinagre) são outros que também devem ser removidos durante o tratamento. ••• Por outro lado, alguns alimentos e suplementos a base deles podem auxiliar no cuidado e na prevenção da candidíase, dentre eles alho, alecrim, canela, curry, óleo de coco e orégano, por possuírem ação anti-fúngica. ••• A suplementação de probióticos também é uma estratégia efetiva, pois essas bactérias atuam no controle da proliferação dos fungos e na modulação do sistema imunológico. ••• #candidiase #sindromefungica #saudedamulher #diadamulher

Atenção, mulheres! 😉 #Repost @espaconutrirrj (@get_repost) ・・・ A alimentação tem papel fundamental no tratamento e prevenção da candidíase vaginal – condição muito frequente as entre mulheres. Ela é provocada pelo crescimento exacerbado da cândida albicans, um fungo que reside naturalmente em nosso trato gastrointestinal. ••• Nossa nutri parceira Raquel Thomaz @raquelthomaznut tem dicas incríveis para ajudar no tratamento. Devem ser retiradas especialmente as fontes de carboidratos refinados e de alto índice glicêmico, pois o açúcar é o principal substrato energético do fungo. Fontes de glúten, frutas cítricas, leite e derivados, amendoim e oleaginosas, bebidas alcoólicas e alimentos fermentados por leveduras (cerveja, pão, vinagre) são outros que também devem ser removidos durante o tratamento. ••• Por outro lado, alguns alimentos e suplementos a base deles podem auxiliar no cuidado e na prevenção da candidíase, dentre eles alho, alecrim, canela, curry, óleo de coco e orégano, por possuírem ação anti-fúngica. ••• A suplementação de probióticos também é uma estratégia efetiva, pois essas bactérias atuam no controle da proliferação dos fungos e na modulação do sistema imunológico. ••• #candidiase #sindromefungica #saudedamulher #diadamulher)?> at Tijuca, Rio De Janeiro, Brazil

4
@nutri_simonecarolina

A nossa microbiota intestinal é muito mais além do que um intestino funcionando. Uma microbiota intestinal desregulada (muito mais bactérias patogênicas do que saudáveis), desencadeia uma série de reações em nosso organismo. Como por exemplo: infecções frequentes, imunidade baixa, doenças autoimunes, esteatose hepática, enxaquecas...entre outras. Para se ter saúde primeiro precisa ter uma microbiota saudável. Procure sempre uma orientação de um nutricionista para ajustes individuais. #microbiota #microbiotaintestinal # #intestino # #intestinosaudavel # #sindromefungica # #nutricaofuncional # #nutricionistafuncional # #saudavel # #

A nossa microbiota intestinal é muito mais além do que um intestino funcionando. Uma microbiota intestinal desregulada (muito mais bactérias patogênicas do que saudáveis), desencadeia uma série de reações em nosso organismo. Como por exemplo: infecções frequentes, imunidade baixa, doenças autoimunes, esteatose hepática, enxaquecas...entre outras. Para se ter saúde primeiro precisa ter uma microbiota saudável. Procure sempre uma orientação de um nutricionista para ajustes individuais. #microbiota #microbiotaintestinal # #intestino # #intestinosaudavel # #sindromefungica # #nutricaofuncional # #nutricionistafuncional # #saudavel # #)?>

0
@pridiciero

😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controlwe, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio, mas infelizmente os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional

😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controlwe, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio, mas infelizmente os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional)?>

21
@pridiciero

🤓Muitas infecções estão associadas como gatilhos e exacerbação dá Hashimoto, como: citomegalovirus, rubeola, infecções de sinusiva, herpes, giardia, periodontites, H.pylory, SIBO, síndrome fungica e etc (alias, 😕esses 3 últimos é o que vejo mais presentes em meus clientes com Hashimoto). 🤔Se vc tem a doença e tem dificuldade na remissão (mesmo com estratégia dietetica adequada, controle do estresse, ajuste metabolico com micronutrientes e talvez fitotetapicos), há possibilidade de se ter uma infecção ainda não diagnosticada e tratada. Vale conversar com o médico que acompanha o caso e lembrem-se sempre que, após correto diagnostico, um nutri especializado deve fazer parte de todo tratamento para eliminar o process infeccioso. 🤩Comam algo saudável por mim e linkem aqui quem possa se interessar pelo assunto! #hashimoto #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #nutribruxa #sibo #sindromefungica #tireoidite #nutricaoetireoide

🤓Muitas infecções estão associadas como gatilhos e exacerbação dá Hashimoto, como: citomegalovirus, rubeola, infecções de sinusiva, herpes, giardia, periodontites, H.pylory, SIBO, síndrome fungica e etc (alias, 😕esses 3 últimos é o que vejo mais presentes em meus clientes com Hashimoto). 🤔Se vc tem a doença e tem dificuldade na remissão (mesmo com estratégia dietetica adequada, controle do estresse, ajuste metabolico com micronutrientes e talvez fitotetapicos), há possibilidade de se ter uma infecção ainda não diagnosticada e tratada. Vale conversar com o médico que acompanha o caso e lembrem-se sempre que, após correto diagnostico, um nutri especializado deve fazer parte de todo tratamento para eliminar o process infeccioso. 🤩Comam algo saudável por mim e linkem aqui quem possa se interessar pelo assunto! #hashimoto #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #nutribruxa #sibo #sindromefungica #tireoidite #nutricaoetireoide)?> at São Paulo, Brazil

21
@dra.patriciajunqueira

Estudando mais sobre este assunto pouco falado pelos profissionais da área da saúde e extremamente comum em minha prática clínica, #sindromefungica

Estudando mais sobre este assunto pouco falado pelos profissionais da área da saúde e extremamente comum em minha prática clínica, #sindromefungica)?> at Dra. Patrícia Junqueira Rahal

1
@nutrindo_o_saber

#repost @pridiciero • • • 🧐Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. 🤩Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase

#repost @pridiciero • • • 🧐Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. 🤩Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase)?>

0
@adripcorrea1972

#Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

#Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica)?>

2
@espacorevigori

Excelente post! Vale a pena ler... . . #Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

Excelente post! Vale a pena ler... . . #Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica)?>

1
@rebeccaboubli

Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica)?>

16
@dra.patriciajunqueira

Estudando um pouco mais sobre #sindromefungica assunto pouco falado porém muito frequente em meu consultório!!!! Amanhã terá matéria no blog sobre o assunto!!!!

Estudando um pouco mais sobre #sindromefungica assunto pouco falado porém muito frequente em meu consultório!!!! Amanhã terá matéria no blog sobre o assunto!!!!)?> at Dra. Patrícia Junqueira Rahal

3
@nutrimarlowa

)?>

0
@tianebhnutri

Texto ➡️ @pridiciero Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. . Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. . 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. . 🚫Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. . ✅Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. . 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. . ✅Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! . #tianeinspira #nutricao #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase

Texto ➡️ @pridiciero Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. . Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. . 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. . 🚫Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. . ✅Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. . 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. . ✅Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! . #tianeinspira #nutricao #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase)?>

8
@pridiciero

🧐Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. 🤩Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase

🧐Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. 🤩Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase)?>

50
@canalnutro

)?>

1
@pridiciero

🤷🏽‍♀️Esses são ALGUNS apenas dos sinais e sintomas do aumento da carga fúngica em nosso corpo. LEMBREM-SE que a disbiose intestinal precede tudo isso, e que a síndrome fungica é uma das mais difíceis de tratar, mas que sim, TEM TRATAMENTO E CURA! 🧐O aumento da Candida albicans, por exemplo, leva a uma produção exacerbada de acetaldeído (o mesmo formado pela fermentação do álcool) e tem impacto na função dos nervos e do cérebro. O acetaldeído tb destroi a vitamina B1, que é ESSENCIAL pra saúde do cerebro e produção de neurotransmissores que afetam a memória e o foco. Alem disso, tb atrapalha a ativação do omega 3, 6 e 9, causando diversos problemas metabólicos. Tudo isso piora a energia celular, e por isso, quem sofre de sindrome fungica geralmente reclama de 😔muito cansaço. Se vc tem 9 desses sintomas apresentados (que faz parte de um questionário de anamnese que aplico aos clientes), provavelmente vc sofre com algum grau de excesso de fungos no corpo que precisa ser investigado. 💪🏽POR ISSO, consultem sempre um profissional especializado (e 😛não é pra deixar pra 2018 viu?). 💋Comam algo saudável por mim! #nutribruxa #pridiciero #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase #nutricaosaudavelnapratica #nutripridiciero

🤷🏽‍♀️Esses são ALGUNS apenas dos sinais e sintomas do aumento da carga fúngica em nosso corpo. LEMBREM-SE que a disbiose intestinal precede tudo isso, e que a síndrome fungica é uma das mais difíceis de tratar, mas que sim, TEM TRATAMENTO E CURA! 🧐O aumento da Candida albicans, por exemplo, leva a uma produção exacerbada de acetaldeído (o mesmo formado pela fermentação do álcool) e tem impacto na função dos nervos e do cérebro. O acetaldeído tb destroi a vitamina B1, que é ESSENCIAL pra saúde do cerebro e produção de neurotransmissores que afetam a memória e o foco. Alem disso, tb atrapalha a ativação do omega 3, 6 e 9, causando diversos problemas metabólicos. Tudo isso piora a energia celular, e por isso, quem sofre de sindrome fungica geralmente reclama de 😔muito cansaço. Se vc tem 9 desses sintomas apresentados (que faz parte de um questionário de anamnese que aplico aos clientes), provavelmente vc sofre com algum grau de excesso de fungos no corpo que precisa ser investigado. 💪🏽POR ISSO, consultem sempre um profissional especializado (e 😛não é pra deixar pra 2018 viu?). 💋Comam algo saudável por mim! #nutribruxa #pridiciero #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase #nutricaosaudavelnapratica #nutripridiciero)?>

22
@canalnutro

)?>

2
@draconsolacaoliveira

)?>

0
Next »