Sindromefungica Photos on Instagram

See related and similar tags

Report inappropriate content

@thainaqueiroz.nutri

Mais um dia incrível de gravação! Falamos sobre Síndrome Fúngica! Já ouviu falar? Uma epidemia que poucos conhecem e muitossss possuem. Se vc possui 2 ou mais dos sintomas abaixo é bem provável que sofra dela e nem sonha: necessidade de comer doces o tempo inteiro, sudorese noturna, queda de cabelo, irritabilidade, episódios de hipoglicemia, dermatite seborreica, corrimentos, candidíase e muitos outros. Consultem um Nutricionista Funcional que entenda da Síndrome, pois o tratamento é alimentar. at IIGD Sede São Paulo

12
@nutriandrezasampaio

0
@desafio_fitem21dias

👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀✔️Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica, sinal claro de Disbiose Intestinal (desequilíbrio da células que compõem a nossa microbiota - flora intestinal); ✔️o Sinal claro é: Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ✔️Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). 👉🏻Já ouviu falar sobre a síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal de repetição; ⏩ Dermatite seborréica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal ou no couro cabeludo; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada (natural e rica em nutrientes) e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ #drapatriciabandeira #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica #fitem21dias

4
@mariliaaraujo_nutri

4
@nutrigicanno

Opa, é feriado, mas tem vídeo novo no canal as 12:30 💃🏻🎥 Hoje vamos falar de nutrição e #candidiase Você sabia que a nutrição tem um papel essencial no tratamento dessa #sindromefungica ?! Então confere as dicas no vídeo 😉 #nutricaofuncional #nutrigicanno #health #alimentacaosaudavel #nutricaoinclusiva #ateliealfarroba

0
@flaviamachioni

Se você quer esquecer seu ex você não continua ficando com ele, né?! 🤔😂 Essa bela analogia é para responder uma pergunta que recebo muito: quanto tempo fiquei em tratamento da disbiose/síndrome fúngica. Segura essa verdade: o tratamento não acaba 🤭. Na real, eu nem considero tratamento...olha só: meu “tratamento” foi excluir os alimentos que tenho intolerância (lácteos) e diminuir o consumo de açúcares - pois são dois fatores que promovem a disbiose. Além disso, tive que aprender o que INCLUIR e o que MUDAR. No vídeo que acabou de ir ao ar no meu canal, eu e a querida @pri_riciardi conversamos sobre isso, e acho que você deveria ir lá ver! É importante ❤️. Eu deixei o link nos Stories, aqui no meu perfil ou basta você digitar YouTube.com/lactosenao direto no seu navegador. Depois volta aqui pra gente discutir o assunto?! #disbioseintestinal #sindromefungica #tchaucandi

31
@nutri.marcelapaloro

1
@deborah.nutri

3
@debora.almeida.nutri

2
@centrodenutricaotamyrisfarias

0
@draclaudiatoledo

CAUSAS E TRATAMENTO DE SÍNDROME FÚNGICA A alimentação errada é uma das causas mais comuns de síndrome fúngica.Os alimentos que mais provocam essa síndrome são: açucares, carboidratos refinados, e alimentos contaminados facilmente por fungos( amendoim, milho, morango,mamão,frutas secas e castanhas.)os quais quando apresentam bolor, deve ser descartado. Outras causas são: 1-USO DE REMÉDIOS FREQUENTES( antibiótico, laxante,antiácido e corticoide.)2-ESTRESSE MENTAL E EMOCIONAL.3-XENOBIÓTICOS( agrotóxicos, metais pesados etc).4-DESEQUILÍBRIOS HORMONAIS.5- MÁ DIGESTÃO E INTOLERÂNCIAS OU ALERGIAS ALIMENTARES NÃO RESPEITADAS. Para tratar devemos fazer o seguinte: 1-ALIMENTAÇÃO-evitar açúcar e alimentos refinados, maça e alimentos ricos em arabinose, pelo efeito hipoglicêmico.) 2-INVESTIGAR ALERGIAS E INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES 3-USO DE ALIMENTOS E FITOTERÁPICOS ANTIFÚNGICOS( óleo de coco extravirgem,orégano, alecrim,semente de abóbora,açafrão, alho, crawberry, ipê roxo. 4-USO DE PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS. 5- ANTIFÚNGICOS PRESCRITOS COM ORIENTAÇÃO MÉDICA. É preciso ter consciência que esse tratamento é um processo demorado. Não se modifica a microbiota intestinal da noite para o dia, além da mudança , é necessário a persistência nos hábitos. A mudança total e eliminação dos sintomas pode levar meses ou anos. Em paralelo é necessário também modular o sistema imune. #draclaudiatoledo #alimentacaosaudavel #vidasaudavel #sindromefungica #maceio #alagoas

11
@draclaudiatoledo

SÍNDROME FÚNGICA -CANDIDIASE E MAÇA Síndrome fúngica ocorre quando há um desequilíbrio nos microorganismos do nosso intestino,com um aumento dos patógenos e diminuição dos probióticos, que é o que chamamos de DISBIOSE. E quando esse desequilíbrio favorece um aumento não apenas das bactérias, mas dos fungos também, ocorre o que chamamos de SÍNDROME FÚNGICA. A CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO,que é provocada pelo fungo Candida Albicans,é uma síndrome fúngica. Ela causa não apenas candidíase, mas uma diversidade de sintomas e doenças. Isso acontece porque microorganismos ruins chamados LIPOPOLISSACARIDEOS(LPS), entram no nosso corpo pelo intestino e ativa sistemas de defesa e inflamação, causando: DOENÇAS AUTO IMUNES, ENXAQUECAS, MICOSES, QUEDA DE CABELO, CANSAÇO CRÔNICO, ANSIEDADE,NECESSIDADE DE DOCE, HIPOGLICEMIA, LINGUA ESBRANQUIÇADA, CORRIMENTO VAGINAL, DISTÚRBIOS INTESTINAIS,BOLINHAS ATRAS DO BRAÇO, AUTISMO, DEFICIÊNCIA DE VITAMINAS. E um dos sintomas dessa síndrome é ter a fome aumentada ao comer maça, associada a essa fome exagerada vem também alteração de humor e impaciência na espera por comer. Isso ocorre porque a maça é rica em arabinose, um carboidrato que ao ser fermentado por fungos, produz ácido tartárico, este é hipoglicemiante,então quando existe muito fungo,ao comer maça, ocorre uma grande produção de ácido tartárico,com consequente hipoglicemia, que provoca fome e irritabilidade, além de gases e desconfortos intestinais. #draclaudiatoledo #sindromefungica #vidasaudavel #alimentacaosaudavel #candiase #maca #maceio #alagoas at Clinica Schwartz & Paiva

27
@renatanutriqueplanta

1
@adripcorrea1972

#Repost @dr_marceloalmeida (@get_repost) ・・・ ⠀ ⠀ ▶️ Já escutou falar de síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ ▶️ Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. ⠀ ▶️ Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. ⠀ ▶️ Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal; ⏩ Dermatite seborreica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀ ⏩ Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica bem desenvolvida. Quem sente ou já sentiu isso tem muito claro quando e como isso acontece; ⏩ Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ⏩ Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentada por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ 😉 Cuide do seu estilo de vida, evitando o stress e o sobrepeso. ⠀ #TeamDrMarceloAlmeida #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica

0
@dr_marceloalmeida

⠀ ⠀ ▶️ Já escutou falar de síndrome fúngica? Pode ser que não, mas acredite ela é muito mais comum do que você imagina e pode estar relacionada com uma diversidade de sintomas que você sente. ⠀ ▶️ Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. ⠀ ▶️ Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. ⠀ ▶️ Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. ⠀ 👉🏻 Você tem algum deste sintomas? ⠀ ⏩ Candidíase vaginal; ⏩ Dermatite seborreica (caspa); ⏩ Onicomicose (micose nas unhas das mãos ou pés); ⏩ Tinea cruris (infecção fúngica na região genital, interior das coxas e nádegas); ⏩ Tinea corporal; ⏩ Queda de cabelo; ⏩ Bolinhas atrás do braço; ⏩ Lentidão de pensamento; ⏩ Cansaço constante; ⏩ Hipoglicemia; ⏩ Fome após comer maçã. ⠀ 👉🏻 Fome após comer maçã: ⠀ ⏩ Esse sintoma é bem característico de quem tem síndrome fúngica bem desenvolvida. Quem sente ou já sentiu isso tem muito claro quando e como isso acontece; ⏩ Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que abre um buraco no estômago; ⏩ Isso acontece porque a maçã é uma das frutas com maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que ao ser fermentada por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante (provoca a queda de açúcar no sangue). ⠀ 👉🏻 Como posso controlar esta síndrome? ⠀ ⏩ Em primeiro lugar, se você possui algum dos sintomas listados acima, procure seu médico de confiança; ⏩ Em segundo lugar, uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável são essenciais para cuidar deste problema; ⏩ Evite alimentos refinados como farinha de trigo, açúcares de diversos tipos, além de leite e álcool. ⠀ 😉 Cuide do seu estilo de vida, evitando o stress e o sobrepeso. ⠀ #TeamDrMarceloAlmeida #Ortomolecular #MedicinaIntegrativa #SindromeFungica

40
@linutrilife

Resumo do final de semana de atualização no “III congresso brasileiro de doenças funcionais do aparelho digestivo”,todos os holofotes virados para o intestino e a microbiota.Nesse Simpósio multidisciplinar de microbiontes foi discutido a relação do intestino com a função tireoidiana,a imunidade inata,a relação do eixo intestino-cérebro,depressão,doenças auto-imunes,hipocloridria (falta de ácido no estômago) e suas consequências,e como a nutrição pode auxiliar em tudo isso.Foi espetacular! #intestino #cerebro #tireoide #autoimune #depressao #disbiose #organicos #drvictorsorrentino #victorsorrentino #dradenisedecarvalho #denisedecarvalho #murilopereira #nutricao #nutricaointegrativa #medicinaintegrativa #organics #healthyfood #genetics #genetica #genetic #sindromefungica #candiase #candida at Amcham Brasil

3
@nutricionistavanessacavagnoli

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? FALE COM SEU NUTRICIONISTA Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas

0
@giselasavioli

36
@nutricionistavanessacavagnoli

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. continua nos comentários... #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas

2
@alimentandoenutrindo

Bom dia! Hoje vou tratar com vocês um assunto que interessa muito a nós mulheres, mas também vemos (na prática clinica) muita prevalência em homens. 🧠 Síndrome fúngica, porque cada vez mais frequentes? Camada língua na branca que não sai com escovação, vontade louca de comer doce, hipoglicemia no final da tarde, coceira ou corrimento vaginal, pano branco na pele, micoses, letargia, imunidade baixa, cabelo caindo.... e aí? Se identificou com os sintomas? 🌻 Bem resumidamente, isso se dá por uma vida de agressões ao seu intestino. Antibióticos na infância, corticoide, ma alimentação, introdução alimentar precoce, carência de nutrientes e por aí vai... e o que pode causar? Muitas coisas... e o que pode prevenir/ajudar muito no tratamento? Nutrição funcional e individualizada, recuperação da microbiota intestinal, recuperação do sistema imune, nutrientes para as suas células, água, restrição de “combustível” para os fungos, etc. 🌈 Procure um nutri funcional e deixe sua dúvida e/ou pergunta aqui 👇🏻💋 #sindromefungica #nutricaofuncional #modilacaonutricional

6
@nutrindo_o_saber

#Repost @pridiciero • • • 😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controlwe, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio, mas infelizmente os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional at Cícero Dantas

0
@emporiumprodutosnaturais

Ele chegou! O Vital Inib é o suplemento a base de óleo de coco e óleo de orégano, com efeitos excelentes para suporte em imunidade e ação antifúngica. A dose sugerida é 2 cápsulas ao dia, porém consulte seu nutricionista para adequações particulares! #vitalatman #vitalinib #oleodeoregano #imunidade #antifungico #sindromefungica #nutricaofuncional #emporiumprodutosnaturais #nutricao #oleodecoco at Emporium Produtos Naturais

0
@wanessapires__

#Repost @drsamueldallelaste • • • Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude

0
@nutrirenatachequer

#Rensta #Repost: @drsamueldallelaste via @renstapp ··· “ Após tantos posts falando sobre intestino e abordando, principalmente, o assunto disbiose, não poderia deixar de falar sobre a síndrome fúngica intestinal. Nem sempre o desequilíbrio da flora intestinal dar-se-á por predominância apenas de bactérias saprófitas, podendo estar relacionado, também, à presença de fungos. O crescimento de fungos no intestino é algo extremamente comum em pessoas que consomem açúcar e amendoim. Os sintomas são os mesmos de qualquer disbiose (já citei em posts anteriores) mas existe algo curioso em relação a síndrome fúngica: a sensação de fome após comer maçã 🍎 você já apresentou aquele “buraco no estômago” após comer maçã? Cuidado ⚠️ você pode estar com síndrome fúngica. A maçã é um dos alimentos que contém a maior quantidade de uma substância chamada arabinose, um carboidrato que, ao ser fermentado por fungos, produz o ácido tartárico. O ác. tartárico promove uma significativa redução dos níveis de glicose, de forma rápida. Então, ao comer maçã, caso exista prevalência de fungos no intestino, existe grande chance de que os níveis de glicose diminuam muito, e o efeito disso pode ser uma sensação de fome tão grande que pode, inclusive, alterar o humor - irritabilidade. Não é difícil tratar a síndrome fúngica, mas, para isso, é necessário adotar uma dieta adequada para esta situação. Os principais antifúngicos para o intestino são o óleo de orégano e o óleo de coco, este último por conter uma substância chamada ácido láurico, que no intestino se converte em monolaurina, um potente antifúngico. O corpo humano não é fascinante? #disbiose #fungos #sindromefungica #drsamueldallelaste #clinicadallelaste #saude ” at Bristol Viçosa Hotel

1
@raquelthomaznut

Atenção, mulheres! 😉 #Repost @espaconutrirrj (@get_repost) ・・・ A alimentação tem papel fundamental no tratamento e prevenção da candidíase vaginal – condição muito frequente as entre mulheres. Ela é provocada pelo crescimento exacerbado da cândida albicans, um fungo que reside naturalmente em nosso trato gastrointestinal. ••• Nossa nutri parceira Raquel Thomaz @raquelthomaznut tem dicas incríveis para ajudar no tratamento. Devem ser retiradas especialmente as fontes de carboidratos refinados e de alto índice glicêmico, pois o açúcar é o principal substrato energético do fungo. Fontes de glúten, frutas cítricas, leite e derivados, amendoim e oleaginosas, bebidas alcoólicas e alimentos fermentados por leveduras (cerveja, pão, vinagre) são outros que também devem ser removidos durante o tratamento. ••• Por outro lado, alguns alimentos e suplementos a base deles podem auxiliar no cuidado e na prevenção da candidíase, dentre eles alho, alecrim, canela, curry, óleo de coco e orégano, por possuírem ação anti-fúngica. ••• A suplementação de probióticos também é uma estratégia efetiva, pois essas bactérias atuam no controle da proliferação dos fungos e na modulação do sistema imunológico. ••• #candidiase #sindromefungica #saudedamulher #diadamulher at Tijuca, Rio De Janeiro, Brazil

4
@nutri_simonecarolina

A nossa microbiota intestinal é muito mais além do que um intestino funcionando. Uma microbiota intestinal desregulada (muito mais bactérias patogênicas do que saudáveis), desencadeia uma série de reações em nosso organismo. Como por exemplo: infecções frequentes, imunidade baixa, doenças autoimunes, esteatose hepática, enxaquecas...entre outras. Para se ter saúde primeiro precisa ter uma microbiota saudável. Procure sempre uma orientação de um nutricionista para ajustes individuais. #microbiota #microbiotaintestinal # #intestino # #intestinosaudavel # #sindromefungica # #nutricaofuncional # #nutricionistafuncional # #saudavel # #

0
@pridiciero

😛Língua branca é muitas vezes causada por desidratação, má higiene bucal e um super crescimento de cândida, um fungo que provoca infecções fúngicas ou aftas. Na verdade, é perfeitamente normal que o fungo da cândida viva em sua boca, mas quando ele se prolifera sem controlwe, pode se espalhar para o teto da boca, gengivas, língua, amígdalas e parte de trás da garganta – causando a língua branca, lesões brancas, vermelhidão e até mesmo sangramento bucal. Além da língua branca, outros sintomas da cândida incluem fadiga crônica, infecções fúngicas na pele e unhas, além de déficit de atenção e queda de memória. Outras causas podem envolver: infecções bacterianas, como doença periodontal, ou até mesmo doenças autoimunes. Sempre se deve associar a outros sinais e sintomas, mas geralmente, a pessoa que apresenta língua branca come (e tem uma busca maior) muitos doces, toma bebida alcoólica, toma pouca água e tem algum problema gastrointestinal. Além de todo tratamento fitoterápico antifúngico, pedido e analise de exames bioquímicos, mudança dietética e correção da disbiose através do programa 5R, oriento que o cliente procure um dentista pra avaliar condição de gengivas e dos dentes. Parece meio óbvio, mas infelizmente os cuidados bucais não são tão priorizados como imaginamos ser. Com a dieta então, nem se fale. Comam algo saudável por mim e procurem sempre um nutricionista pós graduado pra ajudar vocês. #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #sindromefungica #nutricionistafuncional

21
@pridiciero

🤓Muitas infecções estão associadas como gatilhos e exacerbação dá Hashimoto, como: citomegalovirus, rubeola, infecções de sinusiva, herpes, giardia, periodontites, H.pylory, SIBO, síndrome fungica e etc (alias, 😕esses 3 últimos é o que vejo mais presentes em meus clientes com Hashimoto). 🤔Se vc tem a doença e tem dificuldade na remissão (mesmo com estratégia dietetica adequada, controle do estresse, ajuste metabolico com micronutrientes e talvez fitotetapicos), há possibilidade de se ter uma infecção ainda não diagnosticada e tratada. Vale conversar com o médico que acompanha o caso e lembrem-se sempre que, após correto diagnostico, um nutri especializado deve fazer parte de todo tratamento para eliminar o process infeccioso. 🤩Comam algo saudável por mim e linkem aqui quem possa se interessar pelo assunto! #hashimoto #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #nutribruxa #sibo #sindromefungica #tireoidite #nutricaoetireoide at São Paulo, Brazil

21
@dra.patriciajunqueira

Estudando mais sobre este assunto pouco falado pelos profissionais da área da saúde e extremamente comum em minha prática clínica, #sindromefungica at Dra. Patrícia Junqueira Rahal

0
@nutrindo_o_saber

#repost @pridiciero • • • 🧐Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. 🤩Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase

0
@adripcorrea1972

#Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

2
@espacorevigori

Excelente post! Vale a pena ler... . . #Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

1
@dra.judolhos

#Repost @liss_bischoff ・・・ #Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

2
@liss_bischoff

#Repost @rebeccanutricionista (@get_repost) ・・・ Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

2
@rebeccaboubli

Nem todas as bactérias do nosso intestino são do mal (pelo menos, não deveriam ser). E todos nós temos fungos no nosso intestino, isso é um fato. O que esperamos é que todos estejam em perfeito equilíbrio. 🙏 Ok. E quando temos um desequilíbrio?! Tal fato se chama: DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos, dizemos que há a síndrome fúngica. A "Candida" é uma das principais espécies do mal e a mais comum, também. Esse fungo está associado a esta síndrome quando a candidíase é de REPETIÇÃO. 😵 Sabe porque isso acontece? Pq uma parte desses bichinhos (chamada de lipopolissacarideos), chegam ao seu corpo por meio do seu intestino ativando seu sistema de defesa através de uma inflamação. 💥 Sabe quais são os sintomas mais comuns dessa diabiose? Gases e desconfortos intestinais. Esses sinais podem estar te avisando que algo está em desequilíbrio por ali! 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você irá "aceitar" alimentos que fermentam como os ovo, repolho, brocolis e couve flor, por exemplo). 🤦🏼‍♀️ E sabe quais alimentos mais favorecem essa síndrome fúngica? ADIVINHEM? Os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤷‍♀️(sorry, não é questão de moda, é uma questão de saúde). Para facilitar, reflita sobre os alimentos que são facilmente contaminados por fungos como as castanhas (principalmente amendoim) e frutas secas, por exemplo. Além disso, reflita sobre o quanto você se libera para "offs" açucarados e refinados... quanto de tudo isso está aparecendo em sua rotina alimentar? 👀 Ok, então, vamos falar de opções na tentativa de melhorar o quadro? CLARO, partindo do pressuposto que vc já está aderindo um estilo de vida mais saudável. 👉 Alimentos antifúngicos: óleo de coco, semente de abobora, alho e óleo de orégano. É interessante você procurar um profissional adequado, pois possivelmente será necessário modular o sistema imune e controlar à insulina/glicemia. #ficadica #candidiase #sindromefungica

16
@dra.patriciajunqueira

Estudando um pouco mais sobre #sindromefungica assunto pouco falado porém muito frequente em meu consultório!!!! Amanhã terá matéria no blog sobre o assunto!!!! at Dra. Patrícia Junqueira Rahal

3
@nutrimarlowa

0
@pridiciero

🧐Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, e espera-se que estejam todos em perfeito equilíbrio. Porém, quando ocorre um desequilíbrio ( #QuemNunca?) falamos então sobre a DISBIOSE. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias patogênicas, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. A principal espécie patogênica de fungo é a Candida Albicans. Quando se fala em Cândida logo associamos com candidíase - sim, se você tem candidíase de repetição você tem síndrome fúngica! - mas ela não causa somente essa, mas uma diversidade de doenças e sintomas. Isso acontece porque parte da parede desses microorganismos ruins (o que chamamos de LPS ou lipopolissacarídeos) chegam ao corpo através do intestino e ativa diversos sistemas de defesa E de inflamação. 🙆🏽‍♂️GASES E DESCONFORTOS INTESTINAIS SÃO QUEIXAS COMUNS de quem tem síndrome fungica. 😯Quanto mais desequilibrada a microbiota do seu intestino, maior será sua produção de gases e menos você será capaz de tolerar alimentos que fermentam como os enxofrados (ovo, repolho, acelga, alho, brócolis) ou aqueles com alto teor de fibras - leguminosas (feijão, lentilha), sementes, alguns vegetais e frutas. Os alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados, laticínios, bebida alcóolica e trigo. 🤨Preste atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, frutas secas e castanhas - e o quanto anda aparecendo em sua dieta e com qual quantidade. 🤩Os principais alimentos antifúngicos na dieta estão: óleo de coco, semente de abobora, alho, chá ou tintura de ipê roxo e pau d´arco, óleo de orégano (tem encapsulado) e etc. 👏Consulte um nutri pq pode ser necessário fazer a modulação do sistema imune e controle de insulina/glicemia - que pode predispor e piorar a síndrome fúngica. Alimentos fonte de zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C dentre outros, tb podem ajudar. 💜Comam algo saudável por mim! #nutripridiciero #pridiciero #nutribruxa #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase

51
@camillaalmeidanutricionista

1
@pridiciero

🤷🏽‍♀️Esses são ALGUNS apenas dos sinais e sintomas do aumento da carga fúngica em nosso corpo. LEMBREM-SE que a disbiose intestinal precede tudo isso, e que a síndrome fungica é uma das mais difíceis de tratar, mas que sim, TEM TRATAMENTO E CURA! 🧐O aumento da Candida albicans, por exemplo, leva a uma produção exacerbada de acetaldeído (o mesmo formado pela fermentação do álcool) e tem impacto na função dos nervos e do cérebro. O acetaldeído tb destroi a vitamina B1, que é ESSENCIAL pra saúde do cerebro e produção de neurotransmissores que afetam a memória e o foco. Alem disso, tb atrapalha a ativação do omega 3, 6 e 9, causando diversos problemas metabólicos. Tudo isso piora a energia celular, e por isso, quem sofre de sindrome fungica geralmente reclama de 😔muito cansaço. Se vc tem 9 desses sintomas apresentados (que faz parte de um questionário de anamnese que aplico aos clientes), provavelmente vc sofre com algum grau de excesso de fungos no corpo que precisa ser investigado. 💪🏽POR ISSO, consultem sempre um profissional especializado (e 😛não é pra deixar pra 2018 viu?). 💋Comam algo saudável por mim! #nutribruxa #pridiciero #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #sindromefungica #candidiase #nutricaosaudavelnapratica #nutripridiciero

22
@camillaalmeidanutricionista

2
@draconsolacaoliveira

0
@draconsolacaoliveira

0
@milenabarbosa_nutricionista

Já ouviram falar de síndrome fúngica? Não? Então segue aqui 👇 Nosso intestino ( e corpo em geral) possui bactérias e fungos que são comuns dessa região. Alguns bons como os probióticos e outros ruins conhecidos como patogênicos. Quando ocorre um desequilíbrio (disbiose) na quantidade de fungos levando a um aumento dos fungos patogênicos, dizemos que há uma síndrome fúngica. 👎🏽Sintomas: doenças auto imunes, enxaqueca, micoses, infecções urinárias, corrimento vaginal, desejo exagerado de comer doces, distúrbios intestinais e intolerâncias. 🤔Causas: excesso de açúcares e carboidratos refinados, além de alimentos mofados, uso de laxantes, desequilíbrio hormonal, estresse e má digestão. ☝🏽tratar: retirar açúcares e carboidratos refinados da alimentação, além de medicamentos prescritos por médicos ou fitoterápicos antifúngicos. #sindromefungica #saude #nutricao #nutrition #nutricaoclinica #nutricaoesportiva #fitoterapia

0
@emporiumprodutosnaturais

ANIS Esse fitoterápico além de um aroma extremamente agradável, possui propriedades alcalinizante, fungicida e carminativa: o chá dessa especiaria pode ser usado para aliviar sintomas como desconforto gástrico e fermentação intestinal. Experimente associar com gengibre e/ou canela! #nutricaofuncional #emporiumprodutosnaturais #nutricionista #instanutri #saudeintestinal #sindromefungica #saudeequalidadedevida at Emporium Produtos Naturais

2
@nutrisdobem

Texto de @francilia_amaral Quando pensamos em uma síndrome fúngica, temos tendência a acreditar que isso só ocorre em pessoas imunodeprimidas, mas qualquer pessoa está susceptível. Os fungos são habitantes naturais da pele, vagina e trato gastro intestinal. Nosso sistema imune, nível de pH e microrganismos probióticos (bactérias boas) nos protegem de maiores problemas pela exposição contínua aos fungos. Porém, quando alguns fatores associados ou isolados desequilibram essa ecologia, a quantidade de fungos, o grau de virulência, a toxicidade das substâncias produzidas, somadas à nossa capacidade de defesa é que vão determinar a sintomatologia da infecção fúngica. O surgimento desta epidemia reflete a nossa baixa capacidade imunológica, fruto da sobrecarga de produtos alimentícios com aditivos químicos e carência de uma alimentação saudável que forneça os nutrientes necessários para um bom funcionamento físico, mental e emocional. A infecção por fungos pode causar sintomas em todos os sistemas orgânicos. A nível gástrico temos desde flatulência excessiva a aftas recorrentes, azia, constipação, náuseas, língua branca e até Doença de Crohn. No sistema nervoso pode nos causar enxaqueca, fadiga anormal, insônia, fome noturna, alterações de humor, distúrbio de concentração, necessidade de comer doces e muitos outros. Na pele/unha: micose, psoríase, dermatites, rosácea, coceira e etc. Trato genitourinário: candidíase e infecção de urina de repetição, corrimentos, alteração do ciclo menstrual, etc. Sistema endócrino: dificuldade em perder peso, hipotireoidismo de Hashimoto, hipertireoidismo, etc. Além de: bronquite asmática, boca seca, pigarros, fibromialgia, edemas, artrite reumatóide, lupús eritematoso, esclerose múltipla, imunodepressão e processos alérgicos. A alimentação age todos os dias, 5 vezes por dia. Ela tem, portanto, uma influência considerável sobre a ecologia intestinal e dinâmica sistêmica. Obs: 1. Os sintomas expostos acima são um resumo do que pode ser, há muitos outros. 2. Em muitos casos o tratamento medicamentoso é necessário. #nutrisdobem at Itabira

20
@pridiciero

Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. Quando esse desequilíbrio favorecendo um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. DENTRE AS PRINCIPAIS DOENÇAS E SINTOMAS RELACIONADOS À SÍNDROME FÚNGICA: Doenças auto imunes (tireoidite de hashimoto, psoríase, artrite reumatóide, lúpus, fibromialgia), enxaqueca, queda de cabelo, infecção urinária, cansaço cronico e constante, necessidade constante e exagerada por doce/carboidratos, lingua esbranquiçada. hipoglicemia, disturbios gastrointestinais e intolerancias alimentares, etc. E basicamente, o que vc precisa saber e começar seu pano de ação pra ontem em caso de #SindromeFungica: 1. SE VOCÊ TEM INTOLERÂNCIA AO GLUTEN E A LACTOSE, TEM QUE CORTAR ESSES ALIMENTOS NA DIETA, ok? 2. ATENÇÃO AOS FERMENTADOS: ainda mais importante você manter distância de pães (e outras massas que levam fermento biológico, caso da pizza), queijo gorgonzola, vinagre, vinho e cerveja e KOMBUCHA. São alimentos e bebidas fermentados pela ação de fungos, o que pode confundir o sistema imunológico e desequilibrar os microrganismos que vivem naturalmente no intestino. Os produtos em conserva (picles e palmito), embutidos e todos os cogumelos (do champignon ao shiitake) também estimulam o crescimento fúngico e, portanto, devem ser evitados quando a candidíase entra em cena. 3.Inclua Folhas verde-escuras, verduras e legumes, alimentos integrais, frutas frescas, chicória, biomassa de banana verde (excelente PREBIOTICO). Alcachofra também são essenciais na dieta anticandidíase. 5. Use óleo de coco no preparo dos alimentos. Não precisa usar somente ele, mas o óleo de coco é um excelente antifúngico natural, e fica muito bom no preparo de alguns pratos e até no café. 6. Consulte urgentemente um nutricionista especializado pra individualizar seu tratamento, já que conteudo exposto aqui não substitui tratamento algum. Coma algo saudável por mim! #nutripridiciero #candidiase #dietaanticandida #dietaanticandidiase

14
@larissaalmenara

SÍNDROME FÚNGICA: já ouviu falar? 👀 . Optei por abordar esse tema pois é um transtorno que tem acometido diversas pessoas e a maioria nem sabe que aqueles sintomas chatos, crônicos ou cíclicos, são causados por essa síndrome! 😕 . "Mas e aí nutri, o que é isso??" A Síndrome Fúngica ocorre devido a um crescimento exacerbado de fungos gerando produção excessiva de toxinas que causam sintomas de efeito sistêmico. Distensão abdominal, gases, irritabilidade, mudanças de humor, compulsão por doce, dor de cabeça constante, candidíase de repetição, insônia, acne, infecções nas unhas e pés, celulite, entre outros, são os principais sintomas presentes nesta disfunção. "Meu Deus nutri, eu tenho isso tudo!! 😱 E agora?" Bom, existe um escala fúngica do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional onde os sintomas são pontuados, diagnosticando ou não, o quadro de Síndrome Fúngica ✔️ . E como tratar? O protocolo é bem restrito e deve ser seguido à risca e dentre as intervenções, é necessário retirar da alimentação processados e industrializados, açúcar simples, alimentos fermentados, oleaginosas, lactose, etc. Ou seja, a alimentação deve ser baseada em frutas, legumes e verduras! 🍎🥒🌿 . Ficou com alguma dúvida, só chamar no direct! 😉

4
@dracibelemagalhaes

Andei comendo queijo há 1 semana e me dei muito mal. Sou alérgica a proteína do leite #aplv e as reações que tenho vão desde barriga distendida, dores abdominais e diarreia, até rinite, "espinhas" dentro do nariz, dores nas articulações e coceira no rosto e pescoço. 😩😖 Mesmo dando um basta, os sintomas demoram um bocado pra desaparecer. Pra ajudar, nada melhor que colágeno puro para restaurar o endotélio intestinal e parar a produção de toxinas que vão pra todo o corpo. Esse é meu caldo de osso de peixe #bonebroth com salsão e açafrão. Também tomei #kombucha pela manhã além dos muitos Probioticos e enzimas digestivas. Fiquem atentos pq muitos sintomas inespecíficos como enxaqueca, rinite, sinusite, mau humor, acne, queda de cabelo, unhas fracas, Pele grossa, #tpm, #candidiase e até dificuldade para #engravidar podem acontecer devido à alergias alimentares. Fica o alerta. 😘❤️ #nutrologiafuncional #gapsdiet #leakgut #sindromefungica #infertilidade #bonebrothdiet #bonebrothheals at São Luís, Brazil

12
@julianatrevilini

Genteee, fiquei impressionada com o tanto de pessoas que se identificaram com o relato da Pati Bianco do @frufruta sobre o quadro de Síndrome Fungica!! Realmente, a Sindrome fungica tem sido considerada uma EPIDEMIA OCULTA!! Esta relacionada a varios sinais e sintomas que podem acontecer devido a uma proliferacao fungica no nosso organismo. O fungo é natural do nosso corpo! Nós temos uma microbiota: Nós temos fungos em nossas mucosas oral, vaginal, intestinal, e pele... pos faz parte do nosso sistema biologico!! Oque esta sendo cada mais mais comum é desequilibrarmos nosso organismo e deixamos um ambiente propricio para elas se proliferarem desordenadamente, gerando sinais e sintomas que variam de acordo com o paciente, tais como: - Voracidade por doce; - Irritadiça; - Cansaço demasiado; - Micose; -Sistema imunologico mais debilitado; - Candidiase; - Fezes irregulares; - Muitos gases e FÉTIDOS; - Estufamento: Parece que a barriga fica um tambor; E ae, se identificou com alguns sinais e sintomas? Mas é importantissimo lembrar: Cada individuo é um e por isso é fundamental a avaliação criteriosa de um profissional capacitado! 😘 #nutricaofuncional #sindromefungica #nosugar #individualidadebioquimica #descasquemaisdesembalemenos #jutrevilininutricaofuncional

21
@nathylopes_nutri

1
@espacocmnutricao

• O que é? A síndrome fungica é oculta e silenciosa, e também é considerada reflexo da sobrecarga de consumo de produtos alimentícios com substâncias que devem ser repelidas, incluindo: açúcar refinado, álcool, embutidos e cafeína em excesso. • Sintomas comuns: · Candidíase de repetição; · Fadiga crônica; · Vontade exagerada de doces; · Distensão abdominal (estufamento); · Irregularidade menstrual; · Queda de cabelo; · Colite e síndrome do intestino irritável; · Nervosismo, depressão, ansiedade, dificuldade de concentração e memória; · Alergias, micoses, frieiras, aftas, assaduras, rosácea, enxaquecas; · Sudorese noturna, pesadelo, insônia, cansaço matinal. •O que pode causar a Síndrome Fúngica? A disbiose muitas vezes é a causa e conseqüência de todo processo, já que produz um processo de má digestão e absorção, possibilitando matérias primas para a fermentação de fungos – facilitando seu crescimento dentro do organismo. Também podem estar associados ao uso frequente de antibióticos, laxantes, anticoncepcionais, antiácidos, corticoides, e o tão presente estresse (por causar neutropenia e imunossupressão), estes fatores em geral levam ao crescimento fúngico. •O que evitar? Cítricos, açúcar, oleaginosas, suco de uva e de maça. •O que incluir? Suplementos com atividade antifúngica: óleo de orégano, extrato seco de cranberry e óleo de alho; Suplemento para tratamento da disbiose: probióticos e prebióticos; Chás com ervas antifúngicas: Angélica, Alcaçuz, Camomila, Ipê roxo e Alecrim. 🍽↪ Agende sua consulta com um Nutricionista Funcional e tire todas as suas dúvidas sobre este e outros assuntos 21 36289033 [email protected] •Referências: CONNOLY, P. The Candida Albicans yeast- free cookbook. New York: Mc Graw Hill Companies, 2000 CROOK, W.G. The Yeast Connection and Women´s Health. Jackson, TN: Professional Books, 2003 CUTLER, J.E. Putative virulence factors Candida albicans. Annu. Rev. Microbiol. v 45 p 187-218, 1991

1
@aninhalazzarotto

6
@pri_riciardi

40
@marianakastropil.nutricao

SÍNDROME FÚNGICA, o que é isso? Todos nós temos bactérias e fungos no nosso intestino, bons e ruins. Porém quando a qualidade desses microorganismos está desequilibrada, ou seja, há mais dos ruins (patogênicos) do que dos bons (probióticos) falamos que há uma disbiose. Quando esse desequilíbrio favorece um aumento não só das bactérias, mas também dos fungos dizemos que há a síndrome fúngica. PRINCIPAIS DOENÇAS E SINTOMAS RELACIONADOS À SÍNDROME FÚNGICA: - Doenças auto imunes (tireoidite de hashimoto, psoríase, artrite reumatóide, lúpus, fibromialgia) - Enxaqueca - Micoses - Infecção urinária - Queda de cabelo - Cansaço crônico e constante - Necessidade constante e exagerada por doce - Bolinhas atrás do braço - Corrimento vaginal - Ansiedade - Língua esbranquiçada - Hipoglicemia - Distúrbios intestinais e intolerâncias - Autismo - Deficiência de vitaminas Alimentos que mais favorecem a síndrome fúngica: são sem dúvida os açúcares e carboidratos refinados (ou seja, todo tipo de farinha branca). É importante também prestar atenção nos alimentos que são facilmente contaminados por fungos como o amendoim, milho, morango, mamão, laranja, limão e todo o grupo dos cítricos, frutas secas e castanhas. Os principais alimentos antifúngicos são: - óleo de coco extra virgem - orégano e alecrim (geralmente usados na forma de tintura) - semente de abóbora - açafrão da terra - alho - cranberry - ipê roxo. Também auxiliam na melhora: zinco, vitamina A, ômega 3, complexo B, vitamina D, vitamina C. #marianakastropil #nutrologia #nutricao #fungos #nutricaofuncional #disbiose #intestino #saude #bemestar #healthyfood #nutricionistaaruja #gut #probioticos #oleodecoco #cramberry #alho #sindromefungica #gutmicrobiome #healthylife #nutrition #functionalnutrition

7
@nathylopes_nutri

📒📖📚Leitura da noite pq eu sou a louca do intestino mesmoooo 😂😂 👉Quem é meu paciente sabe o quanto eu me preocupo com a saúde intestinal, e essa preocupação não é atoa, costumo dizer que querer emagrecer com um intestino que não está saudável é o mesmo que querer pintar uma casa sem terminar o reboco 🤔🤔 O intestino tem mais de 400 metros quadrados colonizado por mais de 100 trilhões de bactérias, desempenha funções como proteção física e imunológica, detoxificaçao, absorção, produção de enzimas, hormônios e neurotransmissores.. E oq faz tudo isso funcionar? NUTRIENTE!!!!🍇🍈🍉🍊🍓🍒🍑 Alimentação carente de nutriente, alto consumo de produtos industrializados, 🍞🍔🍟🍕🌭estresse, sedentarismo, fumo, álcool.. alteram a saúde intestinal e está relacionado com várias doenças do nosso mundo moderno como ansiedade, depressão, bipolaridade, irritabilidade, carências nutricionais, fibromialgia, alergias alimentares, artrite, psoriase, infecções urinárias, candidíase, bronquite, rinite, obesidade... entre outras.. ❌❌Então comece a observar mais seu intestino, se vc come todos os dias, precisa ir ao banheiro todos os dias e nada de gases, barriga estufada, inchaço e dor abdominal!! Vamos cuidar desse órgão preciso 😍😍😍 #intestino #segundocerebro #nutricao #nutricaofuncional #vpconsultoria #disbiose #sindromefungica #denisecarreiro

4
@nutricionistavanessacavagnoli

SÍNDROME FÚNGICA – O QUE É ? COMO TRATAR? Vanessa Cavagnoli 9 de março de 2017 . Candidíase de repetição, fadiga crônica, rosácea, enxaquecas, micoses, frieiras, vontade exagerada de comer doces, ansiedade, irritabilidade, queda de cabelo, podem estar relacionados a uma síndrome silenciosa e de certa forma oculta, muito frequente e muito relacionada com o aparecimento de doenças da atualidade. Todos nós já sabemos o papel da microbiota em nossa saúde, e muitas vezes , a disbiose é a causa de todo esse processo. Muitos são os fatores que predispõem a ela: uso de antibióticos, corticoisteróides, consumo de álcool, uso de anticoncepcional, estresse, desequilíbrio intestinal, excesso de açúcar, dietas ricas em carboidratos, presença de vermes e protozoários presentes no corpo, principalmente intestino, má digestão e absorção nutricional, facilitando ambiente favoráveis e matéria prima para a fermentação de fungos, o que facilita o seu crescimento e consequentemente o desequilibrio de um organismo. A Candida albicans,por exemplo aproveita, qualquer oportunidade para se multiplicar, produzindo corrimento e , se a sua imunidade estiver baixa e a alimentação desequilibrada , a cândida prolifera a ponto de se espalhar pelo organismo todo, provocando alergias, hipoglicemia e vários sintomas citados acima. Ela é comum no nosso corpo, e sua proliferação é determinada pela baixa imune. Por que esta sindrome é oculta? Por que os sintomas dela podem ser facilmente confundidos com qualquer coisa, exceto síndrome fúngica. O corrimento vaginal, por exemplo, é um dos sintomas, porém nem sempre ele aparece. Muitos sintomas podem estar relacionados a este quadro: Trato gastrointestinal : flatulência, gases, cólicas, cólon irritável, coceira anal, intestino irregular Trato geniturinário: vaginite e infecções das vias urinárias SNC: depressão, irritabilidade insônia e dificuldade de concentração Sistema imune: Alergias, sensibilidade a exposição de toxinas. continua nos comentários... #nutricaoesportiva #nutricaofuncional #disbiose #fungos #sindromedointestinoirritavel #sindromefungica #barradatijuca #parquedasrosas at Condominio Four Seasons

4
@drandrezzabotelho

Um pouco do bate papo de ontem explicando a quebra do ciclo vicioso da compulsão do açúcar e síndrome fúngica com a luz no final do túnel e o caminho para o ciclo virtuoso com melhoras de vários sintomas como cansaço ao acordar, redução de gordura abdominal, micose, candidíase de repetição, acúmulo de tártaro, coceiras pelo corpo e por aí vai .... Nutrição é muito, mas muito mais que contagem de caloria ! Público curioso, interativo ! Top ! Mais uma vez 🙏🏻🙏🏻🙏🏻 #nutricaointeligente #vamosquevamos #clinicaandrezzabotelho #sindromefungica #conpulsao #batepapotop #construtorahazbun at Natal, Praia de Ponta Negra.

6
@susantribess

O que você come, como come, como dorme, a quais toxinas está exposto e o grau de estresse em sua vida desempenham papel de destaque em sua saúde (leia-se intestino). Então dando continuidade à exposição tóxica, o ponto chave nesse processo (A RAÍZ DE TODOS OS PROBLEMAS) é um "intestino saudável" ele diminui a sua exposição tóxica, pois impede a passagem de toxinas, proteínas mal digeridas, entre outros, para a corrente sanguínea (principal gatilho para a alteração do sistema imunológico é a entrada dessas substância na corrente sanguínea). Outro ponto atuante desse órgão é a participação dele (ator principal) no processo natural de detoxificação do nosso corpo, ele absorve (ou não) os nutrientes (que são cofatores) e essenciais pra fase I (ação das enzimas do citocromo P450 etc) é fase II (rotação de conjugação), quando esses processos desandam, meu amigo, todo e qualquer poluente (e eu posso afirmar que você está exposto a muitos) vai fazer um grande estrago. Então nenhuma outra dica que eu venha fazer, vai ser suficiente caso o intestino esteja alterado (Intestino alterado = má absorção, super crescimento de bactérias maléficas, presença de fungos, perda da permeabilidade/barreira de segurança que impede a absorção de substâncias indesejáveis). Obs: Isso nem sempre é sintomático. Importante: Procure um nutricionista funcional pra te aconselhar na sua saúde intestinal e pra regular esses processo de detox natural. Amanhã vou falar de alguns pontos importante para o intestino, pois é muito conteúdo. Ao longo da semana mais assunto sobre a exposição tóxica #disbiose #sibo #supercrescimentobacteriano #permeabilidadeintestinal #detox #doencasautoimunes #sistemaimuno #healthytightjunctions #sindromefungica #exposicaotoxica

0
@clinica_nutricuore

Dra Thaynara Ribeiro esclarece👇 Você come maçã e logo depois tem um aumento exagerado da fome, parece que você não comeu nada há horas e precisa comer com urgência ,gerando impaciência e alteração de humor? Esse pode ser um dos sintomas clássicos da SÍNDROME FÚNGICA Pode ser que você nunca tenha ouvida falar dela ,mas ela pode ser muito comum e relaciona-se com uma infinidade de sintomas que muitos pacientes descrevem pra nós no consultório. Tudo pode acontecer por conta da instalação da disbiose intestinal -desequilíbrio da quantidade/qualidade de fungos e bactérias patogênicos no intestino- provocando aumento de compostos tóxicos produzidos por esses fungos, aumento da permeabilidade intestinal facilitando o contato desses microorganismos com os nossos sistemas orgânicos, ativando ,assim , diversos mecanismos de inflamação. Gerando sintomas como: ▪Tiróide de hashimoto ▪psoríase ▪fibromialgia ▪Enxaqueca ▪micoses ▪infecção urinária ▪queda de cabelo ▪cansaço crônico e constante ▪bolinhas atrás do braço ▪candidíase vaginal de repetição ▪ansiedade ▪língua esbranquiçada ▪hipoglicemia ▪distúrbios intestinais e intolerâncias ▪autismo ▪Acne/rosácea ▪aftas/sapinho/assaduras ▪deficiência de vitaminas ▪Necessidade aumentada e constante de comer doce E A MAÇÃ? Esse sintoma descrito na figura dessa postarem acontece porque a maçã é rica em arabinose, catboidrato que ,ao ser fermentado por fungos produz ácido tartárico, uma substância hipoglicemiante ,provocando fome e irritabilidade. Diferente das bactérias ,os fungos são do mesmo ramo biológico dos humanos,por isso o tratamento medicamentoso sempre é muito agressivo e às vezes pouco eficiente. Mais importante do que matar os fungos é manter o equilíbrio da nossa microbiota. Conhecer os fatores que predispõem e entender o comportamento alimentar como conexão para essa síndrome torna a terapia muito mais eficiente e integrada. FONTE : Carreiro, D.M., Vasconcelos ,L; Ayoub, M.E.. Síndrome fungica -Uma epidemia oculta.3°edição ,São Paulo, 2009. #nutricuorecuidabem #qualasuanecessidade #sindromefungica #nutricaofuncional #nutricaoclinica #nutricaoindividualizada #saude #saudeintegralizada #viverbem #bemestarbem at Clínica Nutricuore

3
@sandrolso

Aula de nutrição com o tema Síndrome Fúngica da Dra. Jaqueline Minatti com nutricionistas parceiros da Loja Empórium de Joinville. #distverde #snella #sindromefungica @snellacolageno @marceloshock @jaquelineminatti at Emporium Produtos Naturais

0
@drandrezzabotelho

Oie ! Repostei pq fiquei sem cabeça ! Obrigada por toda repercussão positiva, comentários carinhosos, demonstração de afeto que estou recebendo ... Me pediram, então vai mais vídeo ao longo da semana ! Esse desviado pq jurei q falaria de mitos da nutrição e aí está um pouco sobre síndrome fúngica que adooooro trabalhar (minha tese há 14 anos atrás 😬📚🙈) ! Muito obrigada 🙏🏻📚💕 #novidadeschegando💕 #vaitermais #sindromefungica #clinicaandrezzabotelho #parceriadobem_👌 #mitosdanutricao #nutrimuitofeliz #gratidao at Clínica Andrezza Botelho Nutrição Inteligente

6
@marceloshock

Hoje tem aula, equipe DISTVERDE em ação! Vamos dar aula de síndrome fúngica para nutricionistas de BRUSQUE e do Vale do Itajaí! #Distverde Dra. @jaquelineminatti #dermavita #sindromefungica at ACIBr - Associação Empresarial de Brusque

0
@tatibolellinutricionista

FUNGOS & CANDIDÍASE & SAÚDE INTESTINAL Importante ressaltar que o nosso sistema imune está no intestino! Trilhões de bactérias vivem em nosso intestino formando a chamada microbiota intestinal. O fungo é natural ao nosso organismo e junto com as bactérias benéficas mantém o nosso organismo em equilíbrio. Quando há um maior número de fungos em detrimento as bactérias benéficas uma série de sinais e sintomas são desencadeados e um deles é a candidíase vaginal. Que além das coceiras e muco, gases, constipação, acne, náuseas podem aparecer. E o que pode favorecer o aumento de fungos no organismo? Uso contínuo de antibióticos. Laxantes, antiácidos, corticóides e anticoncepcionais e consumo elevado de doces e farinha branca são as principais causas. Além disso, o consumo excessivo de álcool e um sistema imunológico debilitado também ! Fique atento com alguns sinais que podem estar relacionados com o crescimento de fungos no organismo: Micose, cansaço crônico, doenças auto-imunes, problemas digestivos como gases, constipação e diarréia, dificuldade de concentração, memória fraca, irritabilidade, transtornos de humor, ansiedade, depressão, alergias de pele, psoríase e dermatites e MUITA vontade de comer doce e farinha branca. Só antifúngico não resolve, tem que EXCLUIR alimentos que alimentam os fungos, como: açúcares, farinha branca, bebidas fermentadas como: cerveja e vinho, leite e seus derivados (especialmente aqueles com lactose !!) por pelo menos 40 dias ! De suplementação o uso de probióticos (lactobacilus) são fundamentais junto com a glutamina, ômega 3 e um pool de vitaminas também pode ser bastante útil. Na alimentação, biomassa ou farinha de banana verde, óleo de coco, alho, cebola, alecrim, orégano, óleo de orégano, cramberry, gengibre e limão. ;) Procure um bom nutricionista para te ajudar ! =) Imagem do livro "Síndrome Fúngica, uma Epidemia Oculta", de Denise Madi Carreiro. #nutricaofuncional #nutricaoesportiva #nutricao #saude #candidiase #fungos #sindromefungica #saudeintestinal #tatianebolellinutricionista at Tatiane Bolelli - Nutricionista

0
@jaquelineminatti

👾 ☣ 👾 ☣ 👾 #fungos #leveduras #sindromefungica PODE ESTAR SABOTANDO VC! Procure sua(eu) #nutricionista Funcional! #compulsaoalimentar #imunidade #candidiase Dia 27/07 👉 EVENTO PARA NUTRICIONISTAS em Brusque (IDENTIFICAÇÃO E TRATAMENTO DA SÍNDROME FÚNGICA) #dermavita #distverde #snella

1
@fe_monteironutri

Explico e trato muito no consultório! Muito bom! 😄 @drafernandapadovani A síndrome fungica é muito comum, mas muitos profissionais desconhecem e não tratam. Ela é conseqüência de um desequilíbrio em nosso sistema imune. Nossa microbiota intestinal quando apresenta quadro de disbiose (já postei a respeito), gera processo de má digestão e absorção de nutrientes, gerando matéria prima para fermentação de fungos e favorecendo seu crescimento dentro do corpo. Haverá mais bactérias ruins do que boas, gerando inúmeros problemas de saúde, como os listados abaixo.🚫SISTEMA DIGESTIVO: flatulência distenção abdominal, dispepsia, constipação, diarréia, alternância entre diarréia e constipação, azia, purido ou ardência anal, colite, fezes floculadas, dores abdominais, boca ou garganta seca, coceira na garganta, aftas, sangue nas fezes, sapinho, língua branca, náuseas, vômitos, doença de Crohn. 🚫SISTEMA NERVOSO: enxaqueca, fadiga anormal e inexplicável, obsessão, ansiedade, mudança de humor, sonolência, compulsividade, falta de saciedade, fome noturna, falha de memória, comportamento agressivo, depressão e insônia. Autismo, hiperatividade, distúrbio de concentração e/ou aprendizado, depressão bipolar, em casos extremos pode ocorrer alucinações, síndrome do pânico e convulsões. 🚫PELE: urticária, psoríase, eczema, coceira, escamação, manchas, dermatite, vermelhidão, trasnpiração excessiva, dermatite seborréica, acne, rosácea, onicomicose e assaduras. 🚫TRATO GENITURINÁRIO: disúria, cistite, urgência urinária, infecções urinárias recorrentes, candidíase vaginal de repetição, ardência e purido vulvo vaginal, alterações no ciclo mesntrual, síndrome pré-menstrual com sintomas como depressão, alteração de humor, inchaço retenção hídrica, cólica, desejo por doces e dor de cabeça. 🚫SISTEMA ENDÓCRINO: As glândulas tireoide e adrenal de maneira particular estão envolvidas. Tanto hipo quanto hiper tireoidismo principalmente as autoimunes como tireoidite de Hashimoto. 🚫OUTROS SISTEMAS: bronquite asmática, boca seca, pigarros, fibromialgia, edemas, artite reumatóide, lúpus erimatoso, esclerose múltipla, imunodepressão e processos alérgicos. Como tratar? Ao longo da semana vou postar.

5
@drajosianelana

3
@karinacosta_nutri

0
@drandrezzabotelho

Vamos olhar a língua dos nossos pacientes, pois nos direciona ainda mais num diagnóstico nutricional adequado e de sucesso ! Muda toda a conduta ! Fica a dica 📝😉📚 #clinicaandrezzabotelho #congressonordeste #fortaleza #sindromefungica #mauhalito #olharopacientenumtodo #ficaadica at Beira Mar Fortaleza-CE

9
Next »