mabfeltran on Instagram

Marina Feltran

Justo a mim me coube ser eu... 🍀

Similar users See full size profile picture

Report inappropriate content

@mabfeltran photos and videos

#albumdodia The Human Equation é o sexto álbum de estúdio do Ayreon e foi lançado em 24 de maio de 2004. Como não podia deixar de ser, esse álbum duplo, é uma ópera rock que conta a história de um homem que se acidenta gravemente e entra em coma. Enquanto sua esposa e seu melhor amigo o acompanham e conjecturam o que aconteceu, o personagem principal discute com os seus sentimentos e emoções (Medo, Orgulho, Raiva, Razão, Amor, Paixão e Angustia) sobre como ele chegou até ali, relembrando vários momentos (traumas e marcos da vida) e como ele deveria conduzir sua vida quando ele conseguir sair do coma. Acho que dá para chamar esse trabalho de Divertidamente de adultos. No fim do álbum, descobre-se que toda a história é uma simulação feita pelo Dream Sequencer que já havia aparecido em outro momento do Ayreon. Dentre os inúmeros convidados para participar desse álbum do projeto, está James LaBrie interpretando o personagem principal. Me apaixonei à primeira ouvida, quando escutei na epoca do lançamento e até hoje ele está no posto de um dos meus 3 albuns preferidos. O destaque vai para "Day Eighteen: Realization", cujas linhas de flauta e teclado estão fenomenais

2

#albumdodia Marbles, lançado em 27 de abril de 2004, é o décimo terceiro álbum de estúdio do Marillion. Mais um álbum conceitual da banda com um grande resultado, alternando entre ótimas músicas progressivas e boas músicas pop. Cada pequeno grupo de músicas é interligado pelas diferentes "Marbles" que vão do I ao IV. Foram lançadas duas versões: uma dupla e uma simples, cuja quantidade de musicas é menor. O destaque vai para "Ocean Cloud" que narra a história de um navegador solitário

2

#albumdodia Hai un Paraíso é o sétimo álbum de estúdio do Luar na Lubre e foi lançado em 30 de março de 2004. A mistura da música tradicional galega com um pouco de música pop está bem evidente neste álbum, mas a profusão de instrumentos e a qualidade doa arranjos continua. Dentre as músicas, há a participação da cantora portuguesa Sara Vidal em "O Meu País"; uma composição fruto de um concurso na internet: "Uha Lúa", que tem tanto influência da tradição galega celta quanto da música indígena sul-americana; e uma música lamento por um desastre ambiental envolvendo derramamento de óleo de um petroleiro. O destaque vai para "No Mundo" que exorta as pessoas a lutar contra a desigualdade

3

#albumdodia Train of Thought, lançado em 11 de novembro de 2003, é o sétimo álbum de estúdio do Dream Theater. Com apenas 7 músicas e quase 70 minutos de duração, esse trabalho foi o que mais pendeu para o metal mais pesado, com alguma pitada de nu metal, com exceção apenas da musica "Vacant", uma balada que serve de introdução para a instrumental "Stream of Consciousness". Aqui também temos a continuação da "Twelve Steps Suite" com as partes IV (Reflections of Reality - Revisited) e V (Release) contidas em "This Dying Soul". E além disso, a mesma jogada do álbum anterior acontece aqui: início da primeira música é o fim da música do disco anterior e a última nota da última música é a nota que irá iniciar o próximo álbum. O destaque vai para "In the Name of God" que critica a hipocrisia dos líderes religiosos

4

#albumdodia Dance of Death é o décimo terceiro álbum de estúdio do Iron Maiden e foi lançado em 8 de setembro de 2003. Com uma das capas mais feias da história do rock, a qualidade musical do álbum é indiscutível. A banda mantém a estrutura clássica de seus álbuns, com a música de introdução curta e rápida ("Wildest Drems"), letras que tratam de eventos históricos ("Paschendale", "Montségur") ou baseadas em filmes ("Dance of Death"), mas tem um diferencial que é a apresentação de uma música acústica pela primeira vez na carreira: "Journeyman". O destaque vai para a música de que dá título ao álbum, que progride de uma introdução lenta e vai ganhando peso ao longo dos seus 8 minutos

2

#albumdodia The Delirium Has Just Began (sic) é o segundo álbum de estúdio do Tuatha de Danann e foi lançado em 1 de agosto de 2002. A banda que sempre traz temas relacionados aos povos celtas, desta vez canta outros temas, como a lenda do Rei Artur e Hamlet de Shakespeare. A sonoridade vem mais experimental, com ótimos teclados e flautas, além dos já clássicos guturais de Giovani e Berne e da excelente participação especial de Isabel Tavares. O destaque vai para a música que dá nome ao álbum, a mais versátil deste trabalho

1

#albumdodia Vapor Trails é o décimo sétimo álbum de estúdio do Rush. Lançado em 14 de maio de 2002, esse álbum veio depois de 6 anos de um hiato forçado pela tragédia pessoal de Neil Peart: a morte de sua filha e, meses depois, de sua esposa. Nesse período entre os trabalhos Peart saiu em uma viagem de motocicleta pelos EUA para se reencontrar em meio a sua dor e voltou com as letras desse álbum e com o livro "Ghost Rider", nome de uma das músicas. Depois de tanto tempo, a banda traz, além das letras mais intimistas, uma sonoridade menos progressiva e mais pesada, sem teclados. O destaque vai para a energética "One Little Victory" que eleva o valor das pequenas realizações para o resultado final da vida

2

#albumdodia Espiral é o sexto álbum de estúdio do Luar na Lubre e foi lançado em 8 de abril de 2002. Diferentemente dos álbuns anteriores, esse tem algo de mais moderno, sem perder toda a carga de musica tradicional galega/celta. Uma das músicas ("El derecho de vivir en paz") fala da guerra do Vietnam, mas ressaltando a vida dos vietnamitas e não os horrores da guerra, como são as outras músicas que falam do cotidiano da Galícia e das belezas da sua terra. Terra essa que foi habitada pelos celtas cujos vestígios ainda podem ser encontrados em ruínas como a Espiral da capa. O destaque vai para "Ancares" por todo sentimento qur a voz de Rosa passa

1

#albumdodia A Night at the Opera é o sétimo álbum de estúdio do Blind Guardian e foi lançado em 25 de março de 2002. Blind Guardian demora 3, 4 e até 5 anos entre cada lançamento (acho que concordaram em seguir uma progressão aritmética) para sempre vir com uma porrada. Dessa vez, com um álbum cujo nome homenageia o disco homônimo do Queen, veio uma obra grandiosa, com cada vez mais coros e arranjos instrumentais complexos, progressivos rápidos e até agressivos. A tônica das letras continua a mesma: fantasia, história, religião. O destaque vai para "And Then There Was Silence": 14 minutos da história da guerra de Troia com várias mudanças de ritmos e melodias

2

#albumdodia Six Degrees of Inner Turbulence, lançado em 29 de janeiro de 2002, é o sexto álbum de estúdio do Dream Theater. É um album duplo dividido em duas sessões distintas. A primeira parte contém músicas mais pesadas e experimentais, dentre elas a música (Glass Prision) que contém as 3 primeiras sessões ("Reflection", "Restoration", "Revelation") da "Twelve Steps Suite", conjunto de músicas que conta a história de Mike Portnoy e sua luta contra o alcoolismo. A segunda parte do álbum, pode ser considerada uma faixa única já que é conceitual e traz, em cada trecho, representações de 6 transtornos mentais: transtorno bipolar, estresse pós traumático, esquizofrenia, depressão pós parto, autismo e transtorno de dissociação de personalidade. Um detalhe interessante é que o ruído final da última faixa do album anterior é o que inicia a primeira faixa deste álbum e o mesmo acontece com o trecho final deste, em "Loosing Time", que é ouvido na primeira faixa do próximo álbum. O destaque vai para "Misunderstood" que, com seus mais de 9 minutos, nos presenteia (?) com pelo menos uns 3 minutos finais de pura viagem lisérgica

3

#albumdodia Rebirth é o quarto album de estúdio do Angra e foi lançado em 13 de novembro de 2001. Com a saída de 3 dos 5 membros da banda, foi iniciada a segunda fase da banda com os novos integrantes: Edu Falaschi, Felipe Andreoli e Aquiles Priester. Como o próprio nome do álbum indica, foi um trabalho de renovação, que rendeu bons frutos, com toques progressivos, mas mesmo assim não deixou a identidade da banda para trás. Além disso, esse é um álbum conceitual, mas não da maneira convencional: segundo Rafael Bittencourt, a história faz sentido de tras para frente, da última à primeita música, falando sobre o renascimento da sociedade e do ser humano. O destaque vai para "Nova Era", a musica mais empolgante do álbum e uma das mais energéticas da carreira do Angra

4

#albumdodia Anoraknophobia, lançado em 15 de maio de 2001, é o décimo segundo álbum de estúdio do Marillion. Para a produção desse álbum acontecer, a banda fez uma campanha de pré-venda para custear os custos de produção. Diferentemente dos ultimos, esse álbum volta para o progressivo, sem deixar de colocar novos elementos de pop, bem como aproveitar as influências do jazz e blues. Um detalhe interessante são os bonequinhos da capa que representam Barry, um personagem criado pela banda, e que lembram Kenny de South Park. O destaque vai para "When I Meet God", música que se refere a Deus como Ela

3

#albumdodia Tingaralatingadun é o álbum de estreia da banda mineira de folk metal Tuatha de Danann e foi lançado em 13 de maio de 2001. A banda se formou em Varginha em 1994 e veio com a proposta de trazer para o heavy metal a influência da música celta (ou trazer para a música celta a influência do heavy metal? Fica o questionamento). É em homenagem aos celtas que habitava onde hoje é a Irlanda, que a banda tem esse nome, que se referem aos filhos da deusa Dana. Não só a parte instrumental, mas também as letras também contam as histórias dos celtas. Essa é uma das poucas que entram no hall das bandas as quais me apaixonei de cara pela obra, tanto que por eles fui aprender a tocar flauta transversal e tin whistle (flauta típica irlandesa). O destaque vai para "Some Tunes to Fly" pela bela voz de Magda Ferroni

1

#albumdodia Universal Migrator, pt. II: The Flight of the Migrator é o quinto álbum do Ayreon e foi lançado em 20 de junho de 2000, juntamente com a parte 1 já citada ontem. Continuando sua jornada, o último colono marciano viaja para o tempo antes do Big Bang e acompanha não só a criação do universo como o nascimento da primeira alma (Universal Migrator) que se dividirá em várias partes para procurar planetas que possam ser semeados com a vida. O viajante acompanha a parte do migrador que eventualmente encontrará o planeta Terra, não sem antes percorrer diversos fenômenos cósmicos: quasares, pulsares, buracos negros, buracos de minhoca, etc. Diferentemente do álbum anterior, esse puxa mais para o heavy metal, mas ainda mantendo elementos progressivos, e conta com ilustres presenças como: Russel Allen, Fabio Lione, Andi Deris, Timo Kotipelto e "the" Bruce Dickinson. O destaque vai para "Through the Wormhole" e para a excelente interpretação de Lione

1

#albumdodia Universal Migrator, pt. I: The Dream Sequencer é o quarto álbum do Ayreon e foi lançado em 20 de junho de 2000, juntamente com a parte 2 que será ouvida e resenhada amanhã. Nesse álbum, Lucassen cria uma nova space opera, como no último álbum, mas muda a fórmula de vários cantores debatendo entre si nas músicas, trazendo um cantor para cada canção. A história gira em torno do último homem vivendo em uma colônia marciana. A Terra já havia sido devastada como resultado da guerra citada no álbum The Final Experiment e, as colônias marcianas que foram criadas após a destruição da terra também vão acabando pouco a pouco por falta de recursos. O homem resolve utilizar a máquina Dream Sequencer para passar seus últimos dias revivendo momentos históricos da Terra, desde a sua saída da Terra até a aparição do primeiro ser humano, 50.000 anos antes. Esse é um álbum essencialmente progressivo, com um excelente trabalho de teclados. O destaque vai para "One Small Step", em que a história da primeira chegada do homem a lua é relembrada

1

#albumdodia Brave New World, lançado em 29 de maio de 2000 é o décimo segundo álbum de estúdio do Iron Maiden e conta com o retorno de Bruce Dickinson nos vocais e do guitarrista Adrian Smith. Agora o Iron estava voltando a ser quase o que era antes, mas ainda melhor: contava com o melhor trio de guitarras. O nome do álbum é baseado no livro homônimo de Audous Huxley, bem como a capa criada para o álbum. E como não podia deixar de ser, as letras são cheias de referências à literatura e cultura em geral e músicas com um quê de progressivo. O destaque vai para "The Nomad" e seus arranjos das guitarras

2

#albumdodia Bloodflowers é o décimo primeiro álbum do The Cure e foi lançado em 15 de fevereiro de 2000. Foram quatro anos de hiato até o lançamento desse álbum que segue a linha melancólica do Desintegration, de forma um pouco mais leve. Inclusive, segundo a banda, esse é o fechamento de uma trilogia que contém Pornography e Desintegrarion, mas, sinceramente, não consegui perceber o elo de união dos álbuns. O destaque vai para "There Is No If", mostrando do início ao fim do amor

1

#albumdodia Metropolis Pt II: Scenes from a Memory, lançado em 26 de outubro de 1999, é o quinto álbum de estúdio do Dream Theater e foi o primeiro a contar com a participação do mago Jordan Rudess. O álbum é relacionado à música "Metropolis Pt I" presente em Images and Words, o que torna esse um álbum conceitual, que conta a história de Nicholas. O rapaz, atormentado, resolve realizar sessões de terapia de regressão e descobre que em sua vida passada ele foi Victoria, uma moça dividida entre o amor de dois irmãos (Sleeper e Miracle). Durante suas sessões de regressão, Nicholas descobre que Victoria morreu assassinada e como os eventos relacionados se desenrolaram, até fazer as pazes com o seu passado. O álbum, além de ter tido como fonte primaria, a música citada anteriormente, também foi inspirado no filme "Dead Again" do diretor Kenneth Branagh. Esse deve ter sido um dos álbum que mais escutei e é o meu preferido do DT e um dos Top 3 da vida. Toda a construção da história e o trabalho instrumental sempre me deixam impressionada. O destaque vai para "Finally Free", a ultima música (scene 9), na qual ocorre a reviravolta da história e Nicholas descobre toda a verdade do seu passado

9
Next »